André  Veríssimo
André Veríssimo 07 de fevereiro de 2017 às 20:09

Trump e a próxima crise financeira

A regulação financeira é como as marés: depois das crises, sobe e aumenta; em tempos de bonança, recua e diminui. Ora os tempos de maré vazia estão de volta, e com ela os receios de que possa lançar as sementes da próxima crise financeira.

A lei Glass Steagall foi aprovada pelo Congresso dos EUA em 1933, depois de a Grande Depressão ter levado perto de cinco mil bancos à falência. Um dos seus corolários foi a proibição de os bancos que aceitavam depósitos fazerem investimentos especulativos.

 

Os dias da Glass Steagall chegaram ao fim durante o mandato do antigo Presidente democrata Bill Clinton. A lei da Modernização dos Serviços Financeiros, aprovada em 1999,  levantou muitas das restrições, abriu caminho a uma fortíssima concentração  na banca e ao regresso do "trading" especulativo pelos bancos. 2008, nova crise financeira de efeitos devastadores. Muitos apontam responsabilidades à desregulamentação da era Clinton. A Time coloca mesmo o antigo Presidente entre os 25 responsáveis da Grande Recessão. A resposta? Mais regulação. Veio o reforço da protecção dos consumidores e a lei Dodd Frank, com novas limitações ao investimento especulativo.

 

Entretanto, Donald Trump já assinou um decreto para obrigar a maré de novo a baixar, efusivamente festejado em Wall Street. Quando irá a História repetir-se?

 

Subdirector

A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Pricemt 08.02.2017

A qualquer momento. Estão reunidas todas as condições que antecederam a 2ª guerra mundial, com o adicional de um fantástico catalisador que se dá pelo nome Trump do lado dos EUA ...plot digno de filme de fição cientifica