Ulisses Pereira
Ulisses Pereira 06 de novembro de 2017 às 13:49

Um 2017 glorioso para o BCP

Enquanto a acção não quebrar o suporte dos 0,23 euros, não vejo qualquer sinal relevante de fraqueza.
O BCP tem sido uma das estrelas do ano na Bolsa portuguesa. Desde os mínimos de Janeiro, a acção quase que duplicou a sua cotação no mercado, numa cavalgada impressionante e que contrasta com as quedas verticais que vinha sofrendo nos anos anteriores.

Como tenho vindo a referir ao longo do presente ano, a Administração do BCP tem cumprido o seu papel, sem complicar, gerindo correctamente um barco que passou maus momentos, mas os resultados do BCP estão muito mais nas mãos do desempenho da economia portuguesa do que na gestão do banco. Enquanto a economia nacional mantiver o bom ritmo que vem apresentando, o BCP conseguirá obter bons resultados.

A carregar o vídeo ...

Tecnicamente, a acção está agora muito próxima da resistência na zona dos 0,26 euros que travou o título em Julho e em Outubro deste ano. No entanto, como sempre faço questão de frisar, em "Bull Markets" não nos devemos preocupar com as resistências mas sim com os suportes. As resistências em mercados dominados pelos touros são feitas para serem quebradas mas é a quebra dos suportes que deve ser vigiada porque, quando sucedem, é sinal que algo terá mudado e teremos razões para nos preocuparmos.

O mês de Setembro - com uma queda da acção e aumento de volume - sem quebrar o decisivo suporte entre os 0,18 e 0,19 euros, foi decisivo para abanar as "mãos fracas" e iniciar um novo ciclo de subidas do BCP. Enquanto a acção não quebrar o suporte dos 0,23 euros, não vejo qualquer sinal relevante de fraqueza e mantenho orgulhosamente o fato de touro vestido.

Longe vão os tempos em que falar sobre BCP em Bolsa significava falar de tristeza e depressão. E não nos deixemos influenciar por todas as catástrofes passadas - o BCP continua o seu "Bull Market" e não há qualquer sinal do seu fim.



Nem Ulisses Pereira, nem os seus clientes, nem a DIF Brokers detêm posição sobre os activos analisados. Deve ser consultado o disclaimer integral aqui


Analista Dif Brokers
ulisses.pereira@difbroker.com



Saber mais e Alertas
pub