Camilo Lourenço
Camilo Lourenço 07 de maio de 2012 às 23:30

Uma joelhada à Merkel ou o apaziguamento?

François Hollande prometeu este mundo e o outro nas eleições. Mas agora que chegou ao Eliseu não vai poder honrar as promessas.
François Hollande prometeu este mundo e o outro nas eleições. Mas agora que chegou ao Eliseu não vai poder honrar as promessas. Sobretudo nas questões inegociáveis para a Alemanha: inflação baixa (daí a proibição de os bancos centrais financiarem os Estados - coisa que Hollande quer mudar nos estatutos do BCE), independência do banco central, défice estrutural abaixo de 1%...

Se Hollande for a Berlim com estas reivindicações, esquecendo-se que o Governo alemão não pode ceder nos valores "core" (são uma imposição dos eleitores), acabará levando uma joelhada de Merkel.

Isto significa que Berlim não tem espaço para acertos na política de austeridade? Não. A começar pelo ritmo do ajustamento. Hollande tem toda a vantagem em perceber isso, para não acabar humilhado como os seus antecessores (v.g.Sarkozy), que chegaram a Berlim de peito feito e garras de fora... e voltaram de cauda entre as pernas.

Dir-se-á que a Alemanha terá de ceder porque a França é um país chave para o Euro. Mas é por ser um país chave que não pode "borregar" na questão orçamental. Até porque o despesismo virar-se-ia contra a própria França, antes mesmo de Berlim abrir a boca. A sua economia está num estado tal (excesso de dívida, défice orçamental elevado, défice da conta-corrente...) que novo corte do rating poria a França onde estão agora Espanha e Itália: no olho do furacão.

Hollande só precisa de não esticar a corda nos valores "core" para que Merkel o ajude a ser um pilar da construção europeia. Até porque a chanceler está tão preocupada com o horror grego que a última coisa de que precisa agora é de um novo (e grande) problema.


camilolourenco@gmail.com
A sua opinião65
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 14.05.2012

sera que o sol que apanhou lhe faz mal a mona e so penda para a direita mais tacanha alias como os seus miseraveis digo baboseiras que bolsa.

iluminado 09.05.2012

Vou fazer uma pequena transcrição, mas com intervenientes diferentes...

"Passos Coelho prometeu este mundo e o outro nas eleições. Mas agora que chegou ao Eliseu não vai poder honrar as promessas."

Sobre a questão nos cortes dos salários, sobre a questão no corte dos subsídios de férias e natal, sobre a questão de "queimar as gorduras do estado", etc, etc, etc...

Diz-me seu Cami(e)lo.... o que tens escrito tu sobre isso?

Só vês PS, Soares e outros à tua frente. Quando fizeres anos vou-te oferecer uns óculos de Penafiel...

jovem subsidio dependente 09.05.2012

Agora até Isabel Dos Santos anda a comprar aos espanhois que assim não parece tão mal!Antes subordinados a Angola do que a Espanha!Aos olhos de PPC ele precisa de toda a gente menos do povo que ele governa!

Fernando Peixoto 08.05.2012

Não sei se foi ou não de propósito,todavia não dá para disfarçar que o Dr.Camilo gostaria de ver reeleito Sarkozi."Esqueceu" com tremenda facilidade duas coisas:
1ºSarkozi esteve no poder 10 Anos e leva 35 de politica,e nunca a França esteve numa situação tão precária.
2ºMerkel precisa hoje muito mais de Hollande que o contrário,sob pena de ver dentro de portas a curto prazo a maior recessão do pós guerra
Resumindo:As exportações da Alemanha são para na sua maioria para a Europa e se esta continuar recessiva a Alemanha deixa de vender Submarinos,BMWs,VWs,Mercedes,material e maquinaria hospitalar de ponta,etc...
Por isso Dr.Camilo,Hollande na França foi eleito pelos cidadãos,na Grécia a mesma coisa,Merkel e o seu partido tiveram em eleições regionais o pior resultado desde 1950.É tempo de crescer sustentadamente e sem os abusos daqueles esses sim que delapidaram a Europa e investem hoje na China,India,Brasil,ou Angola.

ver mais comentários