Robert Skidelsky : Os Lobos de Wall Street
"Mas que bela caracterização sobre o estado do capitalismo do século XX", exclamou o "motivador profissional" Jordan Belfort enquanto olhava para o seu passado de fraude, sexo e drogas. Como líder da empresa de corretagem Stratton Oakmont, ele espoliou investidores de centenas de milhões de dólares no início dos anos 90. Vi o filme "O Lobo de Wall Street" de Martin Scorsese e fiquei intrigado o suficiente para ler a biografia de Belfort, na qual se baseia o argumento do filme. Aprendi muito.
16 de Abril | Edward Jung
Edward Jung : Indicadores enganosos
"Se não podes medi-lo, não podes geri-lo". Esta é a ideia por detrás de métricas como o Produto Interno Bruto (PIB) e outros indicadores agregados que informam sobre a saúde das economias nacionais de todo o mundo. Os responsáveis políticos usam estes números há várias décadas para ajudá-los a orientar o crescimento económico interno.
16 de Abril | Minxin Pei
Minxin Pei : Tigre caído, dragão abalado
Menos de 18 meses depois de se tornar secretário-geral do Partido Comunista da China, Xi Jinping está prestes a prender o maior "tigre" político - um alto funcionário corrupto - da história da República Popular.
14 de Abril | Mahmoud Mohieldin
Mahmoud Mohieldin : O caminho da sede
Para que seja possível estabelecer metas para a gestão da falta de água, são necessários dados fiáveis e atempados para perceber que variações na qualidade e quantidade de água são causadas pelas mudanças climáticas ou pela degradação do ambiente.
13 de Abril | Jeffrey D. Sachs
Jeffrey D. Sachs : Ucrânia e a Crise do Direito Internacional
As acções da Rússia na Ucrânia constituem uma séria e perigosa violação do direito internacional. Em 1994, a Ucrânia aceitou entregar as armas nucleares que tinha herdado da União Soviética em troca de um compromisso solene dos Estados Unidos, Reino Unido e Rússia, de proteger a integridade territorial e a soberania ucranianas. A Rússia violou agora esta promessa, não apenas prejudicando a Ucrânia, mas minando o quadro jurídico internacional relativo à prevenção da proliferação nuclear.
11 de Abril | Brahma Chellaney
Brahma Chellaney : China amiga
Numa altura em que a ambição territorial da China tem enfraquecido os seus laços com vários países da região, e a sua influência em Mianmar diminuiu, a deterioração da sua relação com a Coreia do Norte, outrora o seu vassalo, torna-a uma potência sem verdadeiros aliados.
11 de Abril | Yasser Al-Saleh
Yasser Al-Saleh : O azul é o novo verde
Nos últimos anos, um coro cada vez maior de ambientalistas, membros da sociedade civil e instituições internacionais tem vindo a exigir que o convencional desenvolvimento económico “castanho”, que depende de combustíveis fósseis, seja substituído por um modelo de crescimento “verde”, com menos emissões de carbono. Mas há uma terceira opção, mais competitiva: uma economia “azul” impulsionada pela inovação ao nível das empresas, em vez de políticas orientadas de cima para baixo.
10 de Abril | Michael Spence
Michael Spence : Economias à prova da política?
A incapacidade dos governos para agir de forma decidida na recondução do crescimento das suas economias, do emprego e dos problemas de distribuição constitui um motivo muito importante de preocupação que surgiu em quase em todo o lado. Nos Estados Unidos, em particular, a polarização política, o impasse no Congresso e a futilidade irresponsável têm obtido muita atenção e muitos estão preocupados com as consequências económicas.
10 de Abril | Martin Feldstein
Martin  Feldstein : Uma opção saudável para o crescimento do consumo chinês
Os responsáveis políticos da China querem modificar a produção do país para afastá-lo das exportações e da indústria pesada e aumentar o peso do consumo no produto interno bruto (PIB). Uma mudança institucional relativamente simples poderia representar grandes progressos para este objectivo final: promover os seguros de saúde.
09 de Abril | Mark J. Roe
Mark J. Roe : O ciclo da confiança na regulação
Quando a economia funciona bem e as falências financeiras são poucas e com grandes intervalos entre elas, os reguladores caem na tentação de conceder aos regulados os seus pedidos de redução dos requisitos mínimos de capital, iniciar novas linhas de negócio e aceitar um maior risco.
economistas Em colaboração com Project Syndicate
  • "Mas que bela caracterização sobre o estado do capitalismo do século XX", exclamou o "motivador profissional" Jordan Belfort enquanto olhava para o seu passado de fraude, sexo e drogas. Como líder da empresa de corretagem Stratton Oakmont, ele espoliou investidores de centenas de milhões de dólares no início dos anos 90. Vi o filme "O Lobo de Wall Street" de Martin Scorsese e fiquei intrigado o suficiente para ler a biografia de Belfort, na qual se baseia o argumento do filme. Aprendi muito.
  • "Se não podes medi-lo, não podes geri-lo". Esta é a ideia por detrás de métricas como o Produto Interno Bruto (PIB) e outros indicadores agregados que informam sobre a saúde das economias nacionais de todo o mundo. Os responsáveis políticos usam estes números há várias décadas para ajudá-los a orientar o crescimento económico interno.
  • Menos de 18 meses depois de se tornar secretário-geral do Partido Comunista da China, Xi Jinping está prestes a prender o maior "tigre" político - um alto funcionário corrupto - da história da República Popular.
  • Para que seja possível estabelecer metas para a gestão da falta de água, são necessários dados fiáveis e atempados para perceber que variações na qualidade e quantidade de água são causadas pelas mudanças climáticas ou pela degradação do ambiente.
  • As acções da Rússia na Ucrânia constituem uma séria e perigosa violação do direito internacional. Em 1994, a Ucrânia aceitou entregar as armas nucleares que tinha herdado da União Soviética em troca de um compromisso solene dos Estados Unidos, Reino Unido e Rússia, de proteger a integridade territorial e a soberania ucranianas. A Rússia violou agora esta promessa, não apenas prejudicando a Ucrânia, mas minando o quadro jurídico internacional relativo à prevenção da proliferação nuclear.
08 de Abril | Jean Pisani-Ferry
Jean Pisani-Ferry : Vladimir Putin vai reforçar a Zona Euro?
Jacek Rostowski, ministro das Finanças da Polónia até Novembro passado, sugeriu recentemente que o Presidente russo Vladimir Putin não se atreveria a anexar a Crimeia se não tivesse visto a Europa agonizar enquanto procurava encontrar uma solução para a crise do euro. Rostowski tem razão?
08 de Abril | Daniel Gros
Daniel Gros : O que é que torna a Grécia especial
A crise do euro parece ter ficado, em grande medida, para trás. Os prémios de risco continuam a cair a todos os níveis. Um país – a Irlanda – já saiu do programa de ajustamento. Outro – Portugal – estás prestes a terminá-lo. Já se financiam a si próprios no mercado e as suas economias parecem estar novamente a crescer.
08 de Abril | Harold James
Harold James : A história secreta da crise financeira
“Ilusões perdidas”, o grande romance de Balzac, termina com uma explicação da diferença entre “história oficial” (em que é “tudo mentira”) e a “história secreta” (a história real). Era possível esconder as escandalosas verdades da história por um longo período de tempo – até para sempre. Mas, hoje, já não é.
pub