Raquel Godinho
Raquel Godinho 06 de agosto de 2018 às 20:48

Afinal, o que é que significa o bilião da Apple?

O sector tecnológico esteve no centro das atenções na semana passada. Nos primeiros dias, as quedas do Facebook deixaram em evidência as preocupações de muitos analistas quanto à continuidade dos recordes das tecnológicas.

Mas, mais para o final da semana, a Apple atingiu a marca histórica de um bilião de dólares de capitalização bolsista, algo que nunca antes tinha sido atingido por outra cotada americana. Afinal, o que é que isto significa? Para muitos, é uma boa notícia para o sector. Aliás, quase metade dos analistas que segue a Apple avalia as acções acima deste valor. Mas o Morgan Stanley revelou alguma preocupação. Numa nota citada pela agência Bloomberg, o banco de investimento revela que esta evolução pode ser um sinal de que a escalada do sector atingiu o pico. E, por isso, estes analistas têm uma recomendação de "underweight" para o sector. O banco alerta os investidores de que, se as cotadas tecnológicas viverem um período de volatilidade, esse sentimento deverá alastrar-se ao mercado, devido ao peso expressivo que estas empresas têm. O mesmo banco disse há uns dias que uma correcção pior do que a de Fevereiro poderia estar perto. Não há grande optimismo para os lados do Morgan Stanley.

 

Jornalista

pub