Raquel Godinho
Raquel Godinho 18 de dezembro de 2017 às 19:40

Alguém consegue bater a bitcoin?

A bitcoin é o investimento do momento. Já superou os 19.500 dólares.

Isto depois de ter começado a negociar na maior bolsa de valores do mundo: os futuros sobre a bitcoin começaram a transaccionar este domingo na CME Group, uma semana depois de a rival de Chicago Cboe Global Markets ter introduzido derivados semelhantes.

Desde o início do ano, a mais antiga e a mais popular das moedas virtuais consegue uma impressionante valorização de quase 1.900%. Mas há quem consiga superar esta subida tão meteórica, sublinha a Bloomberg. Trata-se da Konzum, uma gestora de activos húngara, detida por um amigo do primeiro-ministro, Viktor Orban. Esta empresa dispara mais de 6.000% este ano. Ou seja, mais de três vezes do que a bitcoin. E, aparentemente, não há grandes justificações para esta valorização. A Konzum tem uma capitalização bolsista de 245 milhões de dólares, obteve vendas de 140 mil dólares no primeiro semestre e não é seguida por nenhum analista. "A bitcoin e a Konzum são comparáveis no sentido em que os investidores estão a comprar porque não querem perder os seus ganhos significativos e não necessariamente pelos seus fundamentais", disse Zoltan Varga, analista da Equilor Zrt. Quem vai conseguir travar a euforia?

 

Jornalista

pub