Celso Filipe Passado. Para sempre 23:00 Celso Filipe
Antes do 25 de Abril de 1974...
Camilo Lourenço Porque não se demarcam de Sócrates e Pinho? 21:30 Camilo Lourenço 49
A última semana mostrou o preocupante estado da sociedade portuguesa.
Fernando Sobral O país ilusório 20:30 Fernando Sobral
A história é a política passada e a política é a história presente. Era E. A. Freeman quem escrevia isto com convicção e quando se olha para o Portugal actual há essa sensação.
Pedro Santana Lopes Impercetível e imprevisível 20:00 Pedro Santana Lopes
A política internacional é cada vez mais difícil de entender, por vezes é fascinante, por vezes é assustadora, por vezes é aborrecida. Mas é cada vez mais impercetível e cada vez mais imprevisível.
Paulo Carmona Abençoada geografia 19:30 Paulo Carmona
Falta-nos muita ambição e sobra inveja dos que a têm. Não nos revoltámos durante 48 anos dum entorpecimento totalitário nem com os últimos 20 de empobrecimento absoluto.
Jorge Fonseca de Almeida Democracia, petições e desenvolvimento 19:00 Jorge Fonseca de Almeida
Putnam foi um dos primeiros a definir o capital social e a associar o crescimento económico com o grau de participação cívica dos indivíduos.
Joaquim Aguiar Durar sem governar 18:30 Joaquim Aguiar
Com o nível de dívida herdada do passado, a taxa de juro é a condição necessária para que possa ser emitida mais dívida para amortizar a dívida anterior (e serão precisas duas ou três décadas para se conseguir sair deste carrossel).
Eduardo Cintra Torres [751.] Anefa e Galp; Super Bock  18:02 Eduardo Cintra Torres
Deve ser prazenteiro criar uma publicidade tão positiva. Não é preciso inventar alegria, felicidade, correcção, positividade, quando plantar árvores é um acto mítico nas sociedades religiosas ou laicas.
Economia Social Homenagear António Sérgio no cinquentenário da sua morte  17:43 João Salazar Leite
Programa relembrado, a maior homenagem que se poderá fazer a Sérgio é terminar a sua implementação, nos dois aspetos que falta concretizar: o banco cooperativo e o ensino do cooperativismo nas escolas.
Economistas Como negociar com a Coreia do Norte 14:00 Brahma Chellaney
A única forma de mitigar a ameaça nuclear norte-coreana, sem dar vantagem à China, é mostrar uma verdadeira liderança diplomática na garantia de um acordo de paz abrangente na península coreana.
Sessão de Abertura O que tem o petróleo a ver com a "yield" dos EUA?  08:39 Raquel Godinho
Pela primeira vez desde Janeiro de 2014, a taxa de rendibilidade das obrigações soberanas dos Estados Unidos a 10 anos atingiu os 3%, esta terça-feira.
Ontem
Jeffrey Sachs O Facebook e o futuro da privacidade online 24.04.2018 Jeffrey D. Sachs
Quintarelli, Spiekermann e os seus colegas defensores da ética online oferecem-nos um caminho prático para uma internet transparente, justa, democrática e respeitosa dos direitos pessoais.
Anteontem
André Veríssimo Política Antipopulista Comum 23.04.2018 André Veríssimo
Em Paris e Berlim, há a convicção de que se está perante a última oportunidade para combater o crescimento dos populismos extremistas, em particular em França, país sem o qual a União Europeia não existe. O próximo orçamento plurianual é uma peça-chave desse propósito.
Sessão de Abertura Quanto é que os bancos já custaram aos investidores? 23.04.2018 Raquel Godinho
Os últimos anos de crise foram sentidos de forma especialmente dolorosa no sector financeiro. Reflexo disso foram os vários aumentos de capital que as instituições financeiras se viram forçadas a fazer.
Camilo Lourenço Entre o certo (de Costa) e o incerto (de Rio)... 23.04.2018 Camilo Lourenço 201
Por este caminho vai ser muito difícil a Rui Rio convencer um eleitorado rendido ao desafogo económico proporcionado pelo Governo do PS a mudar o sentido de voto para o PSD.
Fernando Sobral A superioridade moral 23.04.2018 Fernando Sobral
Quando se deixa de confiar nos sacerdotes da democracia, o que sobra das instituições? A sua superioridade moral, a confiança, torna-os suspeitos aos olhos dos cidadãos.
Fernando Sobral A opção global chinesa 23.04.2018 Fernando Sobral
O China Evergrande Group, um dos maiores grupos imobiliários chineses, vai investir milhões de dólares na indústria "high-tech", na biotecnologia e na inteligência artificial, no seguimento das teses de Xi Jinping.