Trading Amazon já vale 900 mil milhões de dólares. Poderá chegar ao bilião antes da Apple?

Amazon já vale 900 mil milhões de dólares. Poderá chegar ao bilião antes da Apple?

A empresa de comércio electrónico atingiu hoje o marco de 900 mil milhões de dólares de capitalização bolsista, 21 anos depois de ter entrado em bolsa. Conquistará primeiro do que a Apple o título de "trillion-dollar baby"?
Amazon já vale 900 mil milhões de dólares. Poderá chegar ao bilião antes da Apple?
Carla Pedro 18 de julho de 2018 às 20:18

O valor de mercado da Amazon atingiu hoje os 900 mil milhões de dólares, uma estreia nos seus 21 anos de percurso em bolsa. Tornou-se assim a segunda empresa, depois da Apple, a alcançar este marco. E se continuar a valorizar, poderá conquistar antes da fabricante de iPhones o título de "trillion-dollar baby" – é assim mesmo que muitos meios especializados se referem à empresa que vier a valer um bilião (1.000.000.000.000) de dólares em bolsa.

 

A Apple tem vindo a ganhar terreno e a maioria dos analistas acredita que será a primeira empresa a atingir um bilião de dólares de valor de mercado, mas em bolsa não há garantias e a retalhista online liderada por Jeff Bezos poderá conseguir chegar lá primeiro.

 

Na sessão desta quarta-feira, depois de anunciar que vendeu mais de 100 milhões de dólares em produtos durante o seu dia de descontos 'Prime Day' [uma espécie de 'Black Friday' fora de época], a Amazon tocou nos 1.858,88 dólares, o que lhe conferiu uma capitalização bolsista de 902 mil milhões de dólares. Entretanto as acções corrigiram, mas o marco foi alcançado.

 

A empresa de comércio eléctrico segue agora a somar 0,81% para 1.843,17 dólares, com um valor de mercado de 894,5 mil milhões de dólares. No acumulado do ano, sobe 57,63%, o que eleva para 123.000% o seu ganho desde que começou a ser cotada no Nasdaq, em 1997.

 

Um investidor que tenha comprado uma acção da Amazon por 18 dólares aquando da sua entrada em bolsa verá esse seu investimento valer agora mais de 22.200 dólares, incluindo já três "stock splits" [desdobramento de acções] na década de 90, recorda a Reuters.

 

A cotada da maçã, sediada em Cupertino, na Califórnia, segue a ceder 0,59% para 190,31 dólares na sessão desta quarta-feira, o que lhe confere uma capitalização bolsista de 935,5 mil milhões de dólares. Desde Janeiro, a empresa liderada por Tim Cook valoriza 12,47%.

 

Os investidores continuam atentos, à espera de ver qual a cotada que vai bater primeiro à porta dos 13 dígitos.



Conheça mais sobre as soluções de  trading online da DeGiro.