Trading Ouro a caminho da maior sequência de perdas deste ano

Ouro a caminho da maior sequência de perdas deste ano

Os preços da matéria-prima estão a desvalorizar pela quarta semana consecutiva.
Ouro a caminho da maior sequência de perdas deste ano
Dario Pignatelli/Bloomberg
Mariana Adam 06 de outubro de 2017 às 13:30

Os preços do ouro estão próximos de registar a quarta semana de quedas consecutivas, a maior sequência de perdas deste ano. Os preços desta matéria-prima caíram 6% desde o início de Setembro.

O ouro está a ser penalizado pelas perspectivas dos investidores que indicam que a Reserva Federal norte-americana pode voltar a subir os juros ainda em 2017. A Bloomberg justifica esta queda também com as boas notícias do lado da macro economia nos Estados Unidos – a produção industrial ficou acima do previsto e o dólar está mais forte – além de que os receios de um potencial conflito entre os EUA e a Coreia do Norte terem atenuado. Razões que fazem com que os investidores procurem menos o ouro como activo de refúgio.

O ouro atingiu assim esta sexta-feira o nível mais baixo em quase dois meses, já o dólar subiu para um máximo de mais de sete semanas. É conhecida a existência de relação inversa entre o dólar e o ouro, até porque o dólar em queda aumenta o valor das moedas de outros países.

"A Fed reforçou recentemente as intenções de normalizar a política monetária e aposta-se cada vez mais numa subida das taxas em Dezembro ", escreve Michael Widmer, analista do Bank of America Merrill Lynch, num relatório de 2 de Outubro, citado hoje pela Bloomberg. De acordo com a mesma fonte o mercado diz que existe 70% de hipóteses de a FED aumentar as taxas até Dezembro.

Conheça mais sobre as soluções de trading online da DeGiro.



Conheça mais sobre as soluções de  trading online da DeGiro.