Transformação Digital A transformação digital passa pelos mais novos

A transformação digital passa pelos mais novos

Iniciou-se em Portugal mais um programa que leva o ensino da programação aos mais novos. A iniciativa junta-se a outras que já existem e têm provas dadas, por exemplo, em Espanha.
A transformação digital passa pelos mais novos
C-Studio 28 de julho de 2017 às 12:41
O conceito de transformação digital surge, naturalmente, associado às empresas e organizações que, diariamente, dão vida à economia dos vários países a nível mundial. Mas, a verdade é que este tipo de conceitos e de hábitos pode e deve começar a ser fomentado bem mais cedo, logo em idade escolar e com parâmetros adequados à idade em causa.

Se é bem verdade que as novas gerações serão já totalmente digitais e que muitas das questões que actualmente enfrentam as organizações – ao nível da sua transformação – nem sequer se vão colocar, não será menos verdade que se torna essencial promover algum tipo de ensinamentos logo desde muito cedo.

A pensar nisso mesmo, chegou ao nosso país o projecto GEN10S Portugal – que tem vindo a ser desenvolvido já nos últimos tempos em Espanha –, cujo objectivo essencial passa pela redução do fosso existente ao nível das competências digitais e, igualmente, pela promoção da igualdade de oportunidades na área digital entre os mais novos, reduzindo-se as barreiras socioeconómicas e de género.

O GEN10S prevê a formação em programação Scratch de qualquer coisa como cinco mil alunos dos 5.º e 6.º anos de escolaridade e ainda de 500 professores.

Todas as escolas do 2.º ciclo do ensino básico que tenham interesse em participar no projecto devem apresentar a respectiva candidatura e consultar as condições subjacentes à iniciativa no site genios.org.pt.

Aquando da apresentação do projecto, o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, aproveitou para lembrar que "não estar no digital, não ter as competências básicas no digital, marca, porque nos deixa excluídos de determinado emprego, mas também nos deixa excluídos de entender o mundo como ele verdadeiramente acontece nos dias de hoje".

Assim sendo, as novas plataformas digitais assumem-se cada vez mais como "um importante instrumento de integração de toda a sociedade", uma competência que exige "uma resposta coordenada" para que ninguém fique para trás.

O ministro da Educação acredita que "este movimento tem de reforçar a competitividade do país porque combate a exclusão social, mas também a exclusão económica e informativa" e lembrou que, segundo estudos recentes, no espaço europeu, até 2020, "vão ficar por preencher aproximadamente um milhão de postos de trabalho" no sector das TIC, porque falta mão-de-obra qualificada. Motivos mais do que suficientes para se apostar neste tipo de projectos.

No âmbito do GEN10S Portugal, vão ser seleccionadas um total de 40 escolas, sendo que cada curso será constituído por 12 sessões, cada uma com 60 minutos. A metodologia educacional a seguir neste tipo de formações baseia-se em três etapas – fundamentos em programação, realização de trabalhos e trabalho cooperativo entre equipas.

Neste caso, a linguagem Scratch será a ferramenta a utilizar para ensinar os mais jovens a programar.