Transformação Digital Automação de processos. O que tem a sua empresa a ganhar?

Automação de processos. O que tem a sua empresa a ganhar?

A promessa das tecnologias em maior ou menor escala passa pela automação de processos, mas importa perceber quais as principais vantagens na evolução para esta lógica de trabalho.
Automação de processos. O que tem a sua empresa a ganhar?
C-Studio 21 de setembro de 2017 às 16:48

As transformações económicas que todos os dias surgem a nível mundial, forçadas em parte pela crise económica que se viveu nas economias mais desenvolvidas, têm obrigado as empresas a, também elas, transformar-se rapidamente e adaptar-se ao mercado.

 

Parar é morrer, já diz o ditado e, por isso mesmo, as organizações de diferentes sectores sentem que, para manter os seus negócios competitivos, devem adoptar políticas amplas de transformação digital que passam pela mudança de um vasto leque de ferramentas de trabalho e de estratégias internas.

 

Um dos caminhos mais seguidos nos dias que correm é a automação de processos, ou seja, o desenvolvimento e a implementação de melhorias, visando ganhar agilidade, produtividade e reduzir os custos operacionais. Na verdade, torna-se possível produzir mais em menos tempo, com um custo associado muito inferior e uma qualidade claramente superior.

 

A promessa das tecnologias não falha neste campo e são vários os benefícios que a automação de processos poderá trazer a um dado negócio. Deixamos algumas ideias:


1. Optimização dos tempos e aumento de produtividade

Na verdade, este é talvez um dos primeiros e mais rápidos resultados registados via automação de processos: a redução dos tempos necessários ao desempenho das actividades. Quanto menos manuais forem os processos, maior será a velocidade ao nível do seu desenvolvimento. A utilização de softwares específicos apresenta-se aqui como uma clara mais-valia.

 

Assume-se também como meio caminho andado para uma maior produtividade pelo inevitável aumento da velocidade e eficiência na realização das tarefas. 

 

Um sistema automatizado permite a programação de uma dada tarefa, uma única vez, sendo que a partir daí ela se repetirá com precisão, eficiência e qualidade sempre que o trabalho for realizado.



2. Redução de custos

No dado momento em que cada um dos colaboradores da empresa se tornar mais produtivo tirando partido das vantagens da automação de processos, acabará por ficar também evidente para os gestores da empresa uma redução dos custos operacionais. Na verdade, a automação de processos vai fomentar a diminuição de perdas e optimizar a produção.

 

Um exemplo prático: os sistemas automatizados são projectados para economizar energia quando não estão em operação, gerando-se cortes na conta da luz. 

 

3. Dados integrados

Na realidade, contar com um sistema de gestão de software automatizado que permite concentrar toda a informação da empresa num único lugar vai permitir um acesso facilitado aos dados por parte de todos os membros da equipa. Este ambiente de informação que acaba por ser comum gera rapidez no processamento da informação e evita atrasos no trabalho.  

 

Com a informação totalmente integrada é mais fácil criar relatórios em tempo real e detectar eventuais problemas que atrasem os processos de trabalho mantendo um fluxo muito mais eficaz.

 

4. Integração de sistemas

Mas não é apenas a informação que beneficia com a adopção de políticas de automação dentro das organizações. A verdade é que também os sistemas podem ser integrados e, em consequência, muito mais eficazes. Por exemplo, não será difícil assegurar a integração do comum software de pagamentos com a aplicação de gestão financeira.


Na realidade, uma das formas mais simples para integrar sistemas diferentes acontece recorrendo a API, que não são mais do que protocolos da internet que permitem a diferentes apps "conversarem" entre si com segurança e agilidade.

 
5. Maior fiabilidade

A automatização de processos permite ainda garantir uma maior qualidade e fiabilidade dos dados utilizados já que, ao utilizar as mais recentes tecnologias, se reduz substancialmente a taxa de erro.


Em resultado, as organizações passam a contar com clientes muito mais satisfeitos, que recebem os produtos e/ou serviços com alto padrão de qualidade, aumentando substancialmente a taxa de retenção.