Mobilidade Contadores inteligentes facilitam leitura da luz

Contadores inteligentes facilitam leitura da luz

O primeiro piloto operacional com contadores inteligentes de energia eléctrica e tecnologia de comunicação NB-IoT já começou no Parque das Nações.
Contadores inteligentes facilitam leitura da luz
C-Studio 16 de agosto de 2017 às 10:09

A transformação digital está um pouco por todo o lado e o sector das "utilities" não seria nunca uma excepção. No que à electricidade diz respeito, as novas plataformas tecnológicas têm vindo a dar uma ajuda preciosa não só no fornecimento, mas também ao nível da leitura dos consumos.

 

Foi nesse sentido que surgiu o primeiro piloto operacional com contadores inteligentes de energia eléctrica e tecnologia de comunicação NB-IoT e que decorre, actualmente, no Parque das Nações, em Lisboa.

 

O projecto junta várias marcas e tira partido de desenvolvimentos tecnológicos como a normalização da tecnologia NB-IoT (tecnologia 4.5G). Nesse sentido, foi criado o primeiro Smart Meter NB-IoT que a EDP Distribuição está a usar para um projecto-piloto no âmbito da iniciativa UPGRID do Programa Horizonte 2020 da Comissão Europeia.

 

A infra-estrutura de rede com tecnologia NB-IoT foi instalada pela NOS, (baseada em Huawei), sendo que a solução agora escolhida combina tecnologias emergentes na contagem inteligente de energia eléctrica e nas redes de última geração para supervisão da rede eléctrica.

 


A NB-IoT é uma tecnologia de acesso sem fio Low Power Wide Area (LPWA), que assegura uma vasta gama de vantagens, incluindo uma duração de bateria de até 10 anos, um ganho de 20db sobre as redes GSM convencionais e suporte a mais de 100.000 conexões por célula.

 

A NB-IoT representa, assim, um passo disruptivo no caminho da Gigabit Society e evoluirá nos próximos anos para 5G (na vertente "massive machine type communications"), passando a ser então possível suportar até 1.000.000 conexões por célula.

 

O projecto-piloto está a decorrer na zona do Parque da Nações numa centena de clientes e até ao final do ano. Este "cluster" da cidade de Lisboa já está coberto pela tecnologia NB-IoT e foi equipado com duas estações base da NOS que asseguram a cobertura NB-IoT. A gestão inteligente de energia em casa destes clientes, que terá também um papel activo contribuindo para uma melhor eficiência dos seus consumos, representa um caso de uso relevante para esta tecnologia.


Quatro funcionalidades da tecnologia NB-IoT

1. Satisfação do cliente, através da detecção automática de falhas de energia, melhorando o tempo de reposição de serviço. Em caso de tempestades ou outras situações anómalas, a detecção mais rápida da área afectada permite a alocação imediata e cirúrgica das equipas no terreno para uma resolução mais célere;

2. Medição online do consumo, suportando vários valores por hora, de diversos registos e eventos de energia;

3. Funcionalidade de resposta "on demand", sendo a capacidade instalada gerida quase em tempo real. Esta função é particularmente útil tendo em conta a adopção progressiva de veículos eléctricos e a transição crescente para fontes renováveis de energia eléctrica;

4. Desenvolvimento contínuo da tecnologia, motivado pela potencial adopção massiva dos operadores a nível mundial. Esta implementação, em grande escala, vai assegurar um ecossistema maduro e de evolução tecnológica através do aperfeiçoamento das suas características e da introdução de novos elementos de acordo com as necessidades da Smart Grid.