Automóveis Alfa Romeo Giulietta: Coração desportivo

Alfa Romeo Giulietta: Coração desportivo

O renovado Alfa Romeo Giulietta chega hoje à rede de concessionários. Estética melhorada, gama mais racional e estreia de novo motor Diesel são os destaques.
A carregar o vídeo ...
Adriano Oliveira 02 de abril de 2016 às 14:15
Características

28.800€*

Alfa Romeo Giulietta 1.6 JTDm 120 cv S&S auto TCT

Motor: dianteiro transversal, 4 cilindros em linha, 16 válvulas, gasóleo, turbo, injecção directa, intercooler, 'start/stop'
Cilindrada: 1.598cc
Potência: 120cv às 3.750rpm
Binário: 320Nm às 1.750rpm
Velocidade máxima: 195km/h
Aceleração: 10,2 seg. 0-100km/h
Tracção: dianteira
Transmissão: auto 6 velocid.
Consumo misto: 3,9l/100km
Consumo urbano: 4,9l/100km
Cons. extra-urbano: 3,3l/100km
Emissões CO2: 103g/km (Euro VI)
Preços: Gasolina - a partir de 24.600€; Diesel - a partir de 26.900€

*Campanha promocional até Julho - Desconto de 4.000€


Seis anos depois do seu lançamento, o Alfa Romeo Giulietta beneficia de uma ligeira renovação estética. Aproveitando esta actualização, o construtor reorganizou a gama do modelo, níveis de equipamento e motores, que mantêm o mesmo perfil desportivo.

Esteticamente, o Giulietta evolui na dianteira, com uma nova grelha de padrão hexagonal com o logo ao centro, pára-choques redesenhado e grupos ópticos com fundo escurecido. Na traseira, as alterações ficam-se pelo nome do modelo em novo "lettering" e a sua deslocação sob o farolim direito. Onze cores de carroçaria e doze opções de jantes de 16 e 18 polegadas, com três desenhos exclusivos, completam a "roupagem" exterior.

No interior, o desenho é semelhante ao do antecessor, mas continua actual e agradável à vista. Há novos revestimentos em tecido e pele que estão disponíveis consoante os níveis de acabamento. A habitabilidade traseira não é excepcional, e o espaço dá à justa para as pernas. Raros - e pequenos -, são também os espaços de arrumação. A bagageira, por sua vez, soma apenas 350 litros de capacidade.

As principais novidades desta renovação encontram-se sob o capot. Os blocos de 105cv a gasolina e Diesel deixam de figurar no catálogo, assim como o 170cv gasolina com caixa manual. Em contrapartida, estreia o motor 1.6 JTDm de 120cv que representa a nova entrada de gama Diesel. Pela primeira vez pode estar acoplado a uma caixa automática de dupla embraiagem.

A gama é assim constituída por quatro blocos a gasolina sobrealimentados -1.4 120cv, 1.4 MultiAir 150cv e170cv e 1.750 240cv -, e três turbo Diesel (1.6 JTDm 120cv, 2.0 JTDm 150cv e 175cv). São propostos os níveis de acabamento Giulietta, Super e Veloce, e dois pacotes específicos - Veloce e Lusso. O nível Veloce substitui o lendário Quadrifoglio Verde, cujo nome fica reservado para outros modelos.

De série, o Giulietta propõe o dispositivo DNA que permite três modos de condução (Dynamic, Natural e All Weather). No primeiro ensaio do Giulietta em Itália, optámos pela principal novidade, o JTDm 120cv com caixa TCT. Este motor revelou-se agradável de utilizar, graças ao binário de 280Nm, que pode chegar a 320Nm em modo Dynamique. Com recuperações e acelerações enérgicas, a sua associação à caixa de 6 relações revelou-se muito convincente.

Destaque para o sistema de conectividade Uconnect que é de série em todos os níveis. Com navegação é um opcional.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
tuningportugal 09.04.2016

TuningPortugal.com

Transporte gratuito...

pub