Automóveis C3 Aircross: Citroën entra na moda SUV

C3 Aircross: Citroën entra na moda SUV

O novo SUV compacto C3 Aircross aposta no estilo moderno para conquistar um lugar num segmento em vias de saturação.
Adriano Oliveira 24 de junho de 2017 às 16:00
Com a moda dos utilitários-desportivos, também conhecidos por "crossover" ou SUV, o tempo dos pequenos monovolumes está, pouco a pouco, e até novas ordens, a chegar ao fim. O resultado está à vista: com a mudança das regras do jogo, não há construtor que se preze que não se veja obrigado a marcar presença num segmento em vias de saturação. Agora, foi a vez da Citroën.

A aposta da marca francesa, que só chega ao mercado em Outubro, é o C3 Aircross, versão mais aventureira do C3, de linhas modernas e audaciosas, que toma o lugar do C3 Picasso. 

Inspirado no protótipo C-Aircross apresentado no último Salão de Genebra, o novo modelo é produzido em Saragoça, na fábrica da General Motors – que está em fase de transferência para o grupo PSA –, e de onde sai igualmente o Opel Crossland X. A base técnica dos dois modelos é a mesma do futuro Peugeot 2008.

Primeiro SUV compacto da Citroën, o C3 Aircross mede 4,15 metros de comprimento e apresenta um ar robusto, original e colorido. Tal como no C3 de base, o Aircross distingue-se pela vasta oferta em matéria de personalização composta por 90 combinações exteriores, integrando quatro cores de tejadilho nas versões bi-tom e 4 Packs Color, bem como cinco harmonias interiores marcadamente diferenciadas.

A sua silhueta é reforçada com assinaturas gráficas como os apontamentos coloridos nas barras do tejadilho e as janelas de cortesia com efeito persiana.

Exteriormente identifica-se com os novos modelos Citroën e conta com todos os atributos de um SUV: elevada distância ao solo, posição de condução elevada, protecções à frente e atrás, rodas de grandes dimensões e guarda-lamas alargados.
O habitáculo oferece quatro lugares confortáveis (ou cinco um pouco menos), em bancos largos e de boa apresentação, e um espaço de carga de 410 litros. O volume da bagageira é modulável a par dos bancos traseiros deslizantes em duas partes e pode aumentar até aos 520 litros.

A gama de motores compreende unidades eficientes de três cilindros a gasolina e a gasóleo BlueHDi de última geração.
Bem equipado de série em matéria de segurança, conectividade e apoio à condução, propõe ainda o sistema Grip Control com Hill Assist Descent, ideal para as aventuras fora de estrada.

ficha técnica

€n.d.

Citroën C3 AIRCROSS
Motores e transmissões.
A gasolina: 1.2 PureTech 82 cv CVM; 1.2 PureTech 110 cv CVM e EAT6; 1.2 PureTech 130 cv CVM6.
A gasóleo: 1.6 BlueHDI 100 cv CVM; 1.6 BlueHDI 120 cv CVM6; CVM - Manual 5 velocidades; CVM6 - Manual 6 velocidades; EAT6 - Automática 6 velocidades.

Lançamento: Novembro




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub