Automóveis Honda Civic Type-R: Emoções fortes

Honda Civic Type-R: Emoções fortes

Para quem gosta de emoções fortes, o novo Honda Civic Type R tem todos os argumentos para satisfazer os mais exigentes. Da estética espectacular à base técnica e motor, nada lhe falta.
A carregar o vídeo ...
Adriano Oliveira 05 de agosto de 2017 às 16:00
Características

36.900€

Honda Civic Type R 2.0 VTEC

Motor: dianteiro transversal, alumínio, gasolina, 4 cilindros em linha, 16 válvulas, injecção directa, turbo, 'intercooler', sistema 'start/stop'.
Cilindrada: 1.996 cc.
Potência máxima: 320 cv às 6.500 rpm.
Binário máximo: 400 Nm (2.500-3.500 rpm).
Velocidade máxima: 272 km/h.
Aceleração: 5,7s 0-100 km/h.
Tracção: dianteira.
Transmissão: manual de seis velocidades.

Consumos homologados:

misto 7,7l/100 km;
urbano 9,8l/100 km;
extra-urbano 6,5l/100 km.

Emissões CO2: 176 g/km (Euro VI).

Lançamento: Outubro 2017


Tiago Monteiro, piloto oficial (WTCC) da Honda, é um apaixonado do novo Civic Type R. Nós também ficámos fãs depois de alguns quilómetros ao volante do desportivo japonês nas auto-estradas alemãs (sem limites) da região de Dresden, e meia dúzia de voltas no circuito de Lausitzring, em "perseguição" do piloto português. E não é caso para menos!

320 cavalos de potência, 272 km/h de velocidade máxima anunciada, 5,8 segundos dos 0 aos 100 km/h justificam todas as paixões de quem procura emoções fortes ao volante.

O novo Civic Type R surge menos de dois anos depois do lançamento do primeiro Type R alimentado por turbocompressor. Em comparação ao seu antecessor, ganhou mais 10 cv e mais 2 km de velocidade de ponta... ou seja, seguindo o mesmo exercício, uma décima a mais no arranque.

Parece pouco, é certo, mas foi quanto bastou para o Type R arrecadar um novo recorde (o de um veículo de série de tracção dianteira), no circuito de Nürburgring Nordscheleife, o da volta mais rápida em 7 minutos e 43,8 segundos. Mais concretamente, são quatro segundos a menos que o anterior detentor do título, o VW Golf GTI Clubsport S, e sete segundos a menos do que o anterior Type R. Mas qual é afinal o segredo do novo desportivo da Honda?

Realizado com base na plataforma da última geração do Civic "hatchbak", o novo Type R é mais largo, mais longo e mais baixo do que os seus antecessores. Da anterior geração guarda algumas qualidades, como o duplo eixo dianteiro, o diferencial autoblocante (de série), o fundo quase plano e os apêndices aerodinâmicos generosos, que lhe oferecem uma silhueta arrojada e fazem dele o único compacto a gerar força descendente a alta velocidade, garantindo uma maior eficácia na estabilidade.

Sobre esta base, o novo Type R adiciona uma carroçaria mais leve (menos 16 kg para 1.366 kg), uma maior rigidez (mais 16%), uma melhor repartição de massas, um eixo traseiro mais largo, uma suspensão traseira "multilink" inédita, novos amortecedores adaptativos às quatro rodas (com um novo modo Comfort que se junta aos já existentes Sport e R), e uma caixa de manual de seis velocidades de relações mais curtas. Destaque para o sistema de escape triplo, que não só melhora o arrefecimento do motor de 2.0 litros turbo de distribuição variável V-TEC como produz um som distinto.

Contas feitas, o novo Type R oferece uma condução mais desportiva e um grande potencial para utilização em pista.


Destaques

O Civic é o modelo mais bem-sucedido da Honda. Mais de 20 milhões de unidades foram vendidas à escala global.

Habitáculo desportivo

O habitáculo do Type R segue as linhas desportivas do exterior. Moderno e mais espaçoso que o do antecessor, oferece uma estética elegante, com materiais de qualidade premium, inserções em couro vermelho nos bancos e volante e um novo "layout" do painel de instrumentos.

Evolução em pista

Face ao modelo anterior, o novo Type R apresenta uma evolução importante na capacidade de travagem (travões Brembo). Mas também a suspensão e a regulação do chassis melhoram o comportamento em pista nas curvas "no limite" e a sensibilidade da direcção.

Negócios em Dresden, a convite da Honda




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 06.08.2017

Os Hondas Civic erstão FEIOS, FEIOS, FEIOS.
Estes tambem deixaram de saber fazer carros.

pub