Automóveis Mazda MX-5 RF: Nova capota rígida retráctil

Mazda MX-5 RF: Nova capota rígida retráctil

A quarta geração do “roadster” mais vendido no Mundo, o Mazda MX-5, ganhou uma nova capota rígida retráctil, que abre e fecha em 13 segundos. Chega em Fevereiro.
Adriano Oliveira 28 de janeiro de 2017 às 15:15
Características

41.990€

Mazda MX-5 RF Skyactive-G 2.0, nível Excellence Navi com pintura metalizada

Motor: central dianteiro longitudinal, alumínio, gasolina, 4 cilindros em linha, 16 válvulas, injecção directa, sistema start/stop
Cilindrada: 1.998 cc
Potência: 160 cv às 6.000 rpm
Binário: 200 Nm às 4.600 rpm
Velocidade máxima: 215 km/h
Aceleração máx.: 7,4s 0-100 km/h
Tracção: traseira
Transmissão: manual 6 velocidades
Consumo urbano: 8,7l/100km
Cons. extra-urbano: 5,4l/100km
Consumo médio: 6,6l/100km
Emissões CO2: 154 g/km (Euro VI)

Outras versões RF:
- 1.5 Evolve - 29.840€
- 2.0 Excellence Navi AT - 44.425€


Até agora disponível apenas com tecto de lona (soft-top), a quarta geração do "roadster" Mazda MX-5 tem agora uma nova variante com capota rígida retráctil, identificada RF (Rectratable Fastback). Distingue-se do seu antecessor pelo formato da carroçaria que se aproxima do tipo Targa, em vez da tradicional configuração cabriolet.

Formada por três partes, a nova capota rígida da variante RF acresce 45 quilos ao peso do MX-5, mas em contrapartida, abre e fecha em apenas 13 segundos através de um mecanismo eléctrico operado a partir de um botão no centro da consola. Esta operação, a mais rápida entre os "roadsters" actualmente à venda no mercado, pode ser efectuada em andamento até aos 10 km/h.

No elegante movimento de abertura do tejadilho rígido, as secções dianteira e central ocultam-se em conjunto com o vidro do óculo traseiro atrás dos bancos, enquanto os pilares traseiros "fastback" regressam à sua posição externa. A recolha do tejadilho não compromete a capacidade da bagageira que é de 127 litros.

Com a capota fechada, o MX-5 RF assume verdadeiramente a aparência de um pequeno coupé fastback, que se distingue claramente da variante cabriolet.

Tal como na variante com capota de lona, o Mazda MX-5 RF está disponível com duas motorizações de injecção directa a gasolina Skyactiv-G de 1.5 e 2.0 litros, com 131 e 160 cv, que podem estar associadas a uma transmissão manual de seis velocidades.

Novidade é a nova solução automática, também de seis relações, com opção manual e patilhas no volante, exclusiva da motorização mais potente. Oferece mais economia nos consumos que a caixa manual, graças aos sistemas de regeneração de travagem i-ELOOP e i-stop (pára-arranca), mas a escolha das relações penaliza ligeiramente o rendimento. Nada, no entanto, que o prazer de condução do MX-5 não ultrapasse!

Outra novidade nesta versão RF é a nova cor "Machine Grey" (visível nas fotos) de efeito mais elegante e desportivo, que vem juntar-se às sete outras cores já existentes.

No mercado nacional, os preços do MX-5 RF oscilam entre os 29.840 e os 44.425 euros. O novo modelo está disponível já a partir de Fevereiro nos níveis Evolve (acrescido dos pacotes de equipamento específicos High Safety, Navi e High Techonology) e Excellence (mais os pacotes Sport, Brown Leather e 2 Tone). O pacote Sport inclui amortecedores Bilstein, barra anti-aproximação e bancos Recaro.

Negócios em Barcelona, a convite da Mazda


Destaques

A Mazda já vendeu mais de um milhão de unidades MX-5 no mundo: 1º EUA, 2º Europa e 3º Japão

Objectivo de vendas: 400 unidades

Desde 1990 até 2016 (27 anos), foram vendidas em Portugal 2.571 unidades do MX-5. Para este ano, o objectivo de vendas do importador nacional ronda as 400 unidades, das quais mais de metade com capota rígida retráctil e o restante com a tradicional capota de lona.


Chassis Skyactiv equilibrado

A variante RF retém do MX-5 de capota de lona um Skyactiv-Body ainda mais leve e o chassis com estrutura sobrelevada, adicionando um túnel especial para equilibrar a dureza entre a frente e a traseira, bem como para contrariar o efeito gerado pelo tejadilho retráctil.

A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
investidor1 29.01.2017

https://goo.gl/forms/5NG11J4NNSpEtum92

Obrigado!

pub