Automóveis Mitsubishi Outlander PHEV: Espécie única

Mitsubishi Outlander PHEV: Espécie única

A Mitsubishi actualizou o seu híbrido-eléctrico recarregável Outlander PHEV. Linhas modernas, novos materiais e equipamentos. O sistema de propulsão é o mesmo.
Adriano Oliveira 20 de fevereiro de 2016 às 14:12
Características

46.500€

Mitsubishi Oulander PHEV, Intense Potência do sistema de propulsão: 203cv (121cv do motor mais 82cv da bateria)
-Motor de combustão: 4 cilindros em linha, 16 válvulas, gasolina, injecção indirecta, start/stop
Cilindrada: 1.998cc
Potência máx.: 121cv às 4.500rpm
Binário máx.: 190Nm às 4.500rpm
Motores eléctricos: 82cv e 137Nm (à frente); 82cv e 195Nm (atrás)
Tracção: total
Transmissão: automát., 1 veloc.
Velocidade máxima: 170km/h
Aceleração 0-100km/h: 11,0 seg.
Autonomia eléctrica (EV): 52km
Autonomia híbrida: 824km

Consumos:
- ponderado: 1,8 litros/100km
- híbrido: 5,5 litros/100km
Emissões CO2 (combinado): 42g/km


Primeiro híbrido 4x4 de duplo motor eléctrico recarregável à venda no mercado, o Mitsubishi Outlander PHEV recebe a primeira actualização, tal como aconteceu com a versão tradicional a gasolina.

Em termos gerais, o modelo beneficia de melhoramentos na estética exterior, que o aproximam das linhas de outros modelos da gama Mitsubishi.

No habitáculo, com capacidade apenas para cinco ocupantes, há uma evolução na qualidade dos materiais e revestimentos, e novos equipamentos.

Por outro lado, a revisão e o reforço da suspensão e amortecedores beneficiaram o comportamento estradista, e a insonorização e o conforto interiores.

Disponível nos níveis de acabamento - Intense (46.500€) e Instyle (49.500€) -, o Outlander PHEV vem muito bem equipado de série com ar condicionado bi-zona, câmara 360 graus, sensores de parqueamento dianteiros e traseiros, computador de bordo com LCD, navegação, faróis e luzes diurnas em LED e bancos em pele e Alcântara, entre outros. A versão de topo Instyle adiciona, por exemplo, os bancos com regulação eléctrica e o portão da bagageira também com abertura e fecho eléctricos.

Mecanicamente, o PHEV é idêntico ao seu antecessor. Utiliza como fontes de energia um motor de combustão a gasolina e dois eléctricos alimentados por uma bateria de iões de lítio de 12kW, que pode ser recarregada na rede eléctrica - 3h em 16A, 5h em 10A e 30 minutos em postos rápidos (80% da carga) -, ou mesmo em andamento, através de um gerador. Estão todos interligados através de um sofisticado sistema de gestão.

Este sistema operativo selecciona, também, de forma automática, consoante a condução, um dos três modos de funcionamento disponíveis: 'EV' - apenas eléctrico; 'Híbrido Série' - o motor de combustão liga automaticamente para fazer funcionar o gerador e carregar a bateria; 'Híbrido Paralelo' - o motor a combustão é a principal fonte de energia. A tracção é 4x4, mas sem ligação mecânica.

Com uma potência máxima combinada de 203cv, o Outlander PHEV oferece um baixo custo de utilização (1,8 litros de gasolina/100 km ou 5,5 litros com a bateria descarregada), mesmo em relação ao gasóleo, e uma autonomia de 870km, dos quais 52km em modo eléctrico.

Lógico para uma utilização diária preferencialmente urbana, o Outlander PHEV é Classe 1 nas portagens e a sua aquisição por empresas permite a dedução integral do IVA, por causa da fiscalidade verde.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub