Automóveis Peugeot 508 Fastback: Sedutor

Peugeot 508 Fastback: Sedutor

A Peugeot relança a sua berlina topo de gama, dotando a 508 de um design totalmente novo com uma sedutora silhueta coupé, novos motores e vasta e avançada dotação tecnológica.
Adriano Oliveira 04 de agosto de 2018 às 16:00
Características

51.800€

Peugeot 508 GT 2.0 Bluehdi 180 CV EAT8

Motor: gasóleo, dianteiro transversal, ferro/alumínio, 4 cilindros, 16 válvulas, injecção directa, turbo, geometria variável, intercooler, 'start/stop'.
Cilindrada: 1.997 cc.
Potência máxima: 180 cv às 3.750 rpm.
Binário máximo: 400 Nm às 2.000 rpm.
Velocidade máxima: 235 km/h.
Aceleração máxima (0-100 km/h): 8,3 s.
Tracção: dianteira.
Transmissão: automática 8 velocidades.
Consumos homologados (litros aos 100 km):
5,9 (urbano);
3,9 (extraurbano);
4,7 (misto).
Emissões de CO2: 124 g/km.


A Peugeot mudou de forma radical o seu modelo 508. E o primeiro sinal de mudança é, incontestavelmente, o design exterior. A tradicional berlina clássica de três volumes acabou para dar lugar a uma sedutora silhueta coupé de cinco portas, inspirada no protótipo Exalt, que surpreende pela expressividade e dinâmica.

Esta é a segunda geração do modelo francês. É mais curto oito centímetros e ligeiramente mais largo que o antecessor (4,75m x 1,86 m). A distância entre eixos também foi reduzida alguns centímetros, mas a habitabilidade não foi afectada. O espaço atrás ao nível das pernas dos ocupantes é mesmo mais generoso. De uma forma geral, as cotas do interior das duas gerações são quase idênticas. A bagageira pode receber entre 487 e 1.537 litros de carga. O acesso está facilitado através do portão traseiro inteligente (sistema Easy Open) de grande abertura.

Exteriormente, como referimos, o novo 508 revoluciona pelas linhas musculadas e fluidas. A grelha dianteira, quase na vertical, dá-lhe um toque de agressividade que se estende a toda a carroçaria. A linha inclinada do tejadilho, estilo coupé, confere-lhe um ar desportivo, vincado na traseira rápida "fastback", com semelhanças à do novo Mustang Fastback.

Tal como o exterior, o interior é novo e revelador da audácia dos estilistas da Peugeot, que se inspiraram igualmente no Exalt para a concepção e desenvolvimento do painel de bordo. Tudo é inédito, moderno e inspirador, pese embora o toque algo "familiar" conferido pela presença do i-Cockpit, aqui uma nova reinterpretação do que vimos nos SUV 3008 e 5008. O painel de bordo horizontal é composto por dois níveis: no primeiro a instrumentação e as saídas de ar; no segundo o volante e o ecrã táctil.

Todos os materiais utilizados impressionam pela qualidade e acabamentos, à imagem dos elementos decorativos com aplicações em madeira e imitação de carbono.

Tecnologicamente, o 508 recebe as mais recentes tecnologias de segurança e de apoio à condução, assim como um inédito sistema de visão nocturna com câmara de infravermelhos que detecta seres vivos à frente do veículo, de noite ou com visibilidade reduzida.

A gama 508 está dividida em cinco níveis de equipamento - Business Line (especial para as empresas), Active, Allure, GT Line e GT -, e seis motorizações a gasóleo e gasolina, com potências dos 130 aos 225 cv. Podem receber caixa manual de seis relações ou automática de oito velocidades.


Destaques

A nova geração da berlina Peugeot 508 chega em Novembro com preços entre os 35.300 e os 51.800 euros.

i-Cockpit de última geração 

O painel de bordo do 508 é a mais recente evolução do i-Cockpit da Peugeot, que apareceu em 2012 no 208 e se destacou nos SUV 3008 e 5008. Tem como elementos essenciais: volante compacto, ecrã táctil de 10 polegadas e painel de instrumentos digital personalizável e parametrizável.

508 SW só em Janeiro

A variante familiar (SW) do novo Peugeot 508 fará a sua estreia ao público em Outubro no Salão Automóvel de Paris, mas só vai chegar a Portugal em Janeiro de 2019. A marca promete o mesmo estilo sedutor da berlina coupé, mesma gama de motores e espaço de carga de 530 a 1.780 litros.


Negócios no Mónaco, a convite da Peugeot