Automóveis Toyota Auris: Revisão geral e novos motores

Toyota Auris: Revisão geral e novos motores

O Auris foi à revisão geral. Novo design, equipamentos e motores a combustão, mas é a versão híbrida que bate recordes de vendas.
Adriano Oliveira 22 de agosto de 2015 às 10:00
Características

€23.950

Auris Touring Sports 1.2 T Comfort

Motor: dianteiro transversal, gasolina, 4 cilindros em linha, 16 válvulas, alumínio, turbo, injecção directa, start/stop
Cilindrada: 1.364cc
Potência: 116cv (5.200-5.600rpm)
Binário: 185Nm (1.500-4.000rpm)
Velocidade máxima: 195km/h
Aceleração 0-100km/h: 10,4 seg.
Tracção: dianteira
Transmissão: manual 6 velocidades
Consumo urbano: 5,9l/100km
Cons. extra-urbano: 4,2l/100km
Consumo combinado: 4,8l/100km
Emissões CO2: 112g/km (Euro VI)

Outras versões:
- Comfort+Pack Sport: €24.950
- Exclusive: €26.750
- Exclusive+Toyota Active Sense: €28.150


Dois anos e meio depois do seu lançamento, a gama Toyota Auris beneficia de uma primeira revisão estética exterior e interior e recebe dois novos motores, novos materiais e equipamentos. Suspensões e direcção eléctrica também foram revistas e melhoradas.

Disponível em duas variantes de carroçaria - a "hatchback" e a familiar Touring Sports -, e três motorizações distintas (gasolina, Diesel e híbrida), o Auris é construído na Europa, onde detém (dados de 2014) 5,9 por cento de quota de mercado. Com um total de 67.026 unidades, a versão Hybrid é a mais vendida.

Para 2015, a marca japonesa tem como objectivo atingir vendas totais de 147 mil Auris, das quais mais de metade (54%) será híbrida.

Equipado com um motor a gasolina de 1.8 litros e um motor eléctrico síncrono, o Auris com tecnologia híbrida tem acoplado uma transmissão automática de variação contínua ( e-CVT) e oferece 136cv de potência combinada. Com um consumo médio de 3,6 litros/100km e emissões de CO2 de apenas 82g/km, destaca-se pela condução suave e silenciosa, e baixos custos de manutenção. Os preços começam nos €24.250, menos €2.400 que o anterior híbrido.

Mecanicamente, as restantes alternativas são agora compostas pelos novos motores 1.2 turbo de 116cv, com injecção directa a gasolina, uma estreia na Toyota, e pelo Diesel 1.6D-4Dde 112cv, de origem BMW. O Diesel 1.4D-4D de 90cv, que já existia antes, foi totalmente revisto e actualizado em matéria de eficiência.

Esteticamente, o Toyota Auris destaca-se pelo novo desenho da dianteira onde sobressaem o logótipo da marca e as enormes entradas de ar alongadas e enquadradas com os faróis de nevoeiro na grelha inferior. Os grupos ópticos em LED, com luzes diurnas da mesma tecnologia, acentuam o carácter dinâmico do modelo. Na secção traseira, a metade inferior do Auris foi redesenhada e os farolins são agora de LED.

No seu conjunto, as modificações no Auris aumentaram ligeiramente as suas dimensões, que se reflectem apenas na carroçaria. O volume da bagageira é bom (360/380 litros), mesmo na versão híbrida, que aloja as baterias sob o banco traseiro.

No interior, bem insonorizado, a qualidade percebida dos materiais melhorou e o painel de bordo exibe novo desenho, com contadores de aspecto tubular tridimensional e um novo ecrã táctil de sete polegadas.

Por fim, na segurança, o Auris passa a incluir, entre outros, assistente de máximos, reconhecimento de sinais, pré-colisão, alerta de saída involuntária de faixa e a travagem automática de 10 a 80km/h, sistema que funciona através de um Lidar (misto de radar com leitura laser), e está incluído num pacote opcional (custa 1.400 euros).


Negócios em Bruxelas, a convite da Toyota


_______________________________

Destaques

A gama Volkswagen Passat foi a grande vencedora da edição 2015 do Carro do Ano.


Concurso Carro do Ano 2016


A 32ª edição do Essilor Carro do Ano/Troféu Volante de Cristal arranca dia 1 de Outubro com algumas novidades. Entre elas está a eleição de um modelo específico em lugar de uma gama, participação do público na escolha dos sete finalistas e um júri alargado a 19 meios de comunicação. O concurso é uma iniciativa do Expresso
e da SIC Notícias, à qual o Negócios volta a associar-se.



Corsa OPC: o mais potente da gama


A Opel Portugal já está a comercializar o novo Corsa OPC, uma versão de elevados desempenhos que está equipada com um motor 1.6 Turbo de 207cv de potência. Escape especial, grandes discos de travão ventilados, diferencial autoblocante mecânico, amortecedores de frequência selectiva e bancos Recaro são algumas características do Corsa OPC que custa 24.990 euros.





A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Carlos Silva 23.08.2015

Carros fiáveis. O meu primeiro foi um desta marca; um Corolla1200 de 1990. ;)

pub