Weekend Alta relojoaria: Encontro com o cinema

Alta relojoaria: Encontro com o cinema

Veneza é o ecrã de todos os filmes. Não é por acaso que a Jaeger-LeCoultre está ligada ao grande festival de cinema italiano desde há anos.
Alta relojoaria: Encontro com o cinema
Fernando Sobral 09 de setembro de 2017 às 11:00
Este ano a Jaeger-LeCoultre comemora, mais uma vez, a sua vocação cinematográfica, no caso, o célebre 74.º Festival Internacional de Veneza, com três edições limitadas do relógio Rendez-Vous. Celebra-se assim uma parceria de 12 anos. Desde o seu lançamento em 2012, a colecção Rendez-Vous sempre esteve associada ao universo do cinema. Este ano, a atmosfera romântica da Sereníssima é mais uma vez o local ideal para a apresentação destas peças femininas.

Últimas referências dos Métiers Rares da marca, os relógios Rendez-Vous Sonatina expressam três diferentes fases de uma relação amorosa: o romance, a sedução e o amor. Cada uma delas é editada numa série limitada de oito exemplares. Para estas três séries limitadas, a Manufactura reuniu o seu conjunto mais emblemático, oferecendo aos relojoeiros e aos artesãos dos Métiers Rares liberdade total para desenvolverem a sua arte.

Criação mais recente da linha feminina da marca, o relógio Rendez-Vous Sonatina Large em ouro rosa possui complicações dedicadas às "grandes sonhadoras". Uma estrela, ajustável através da coroa às duas horas, indica o próximo compromisso, com um toque sonoro delicado. Como um doce sussurro, esse aviso da hora do compromisso é completado por outra complicação, a indicação dia/noite.

Situados às seis horas numa abertura que retoma a forma das flores pintadas no mostrador, a Lua e o Sol dançam continuamente numa evocação do devaneio amoroso diurno e nocturno. Tipicamente femininas, estas complicações características do Calibre automático Jaeger-LeCoultre 735 acompanham este modelo Rendez-Vous de 38,2 mm de diâmetro, de formas generosas.

A engenhosidade dos relojoeiros da Jaeger-LeCoultre é acompanhada pelo trabalho artístico extremamente delicado dos artesãos dos Métiers Rares. Para estas peças, pelo menos três ofícios são necessários: o "guilhochê", a pintura em madrepérola e o engaste. Cada quadro pintado sobre estas peças é uma criação original da Jaeger-LeCoultre. A primeira etapa de uma relação amorosa é representada pela peça Rendez-Vous Sonatina "Séduction".

Descoberta do outro, primeiros encontros e emoções, estes momentos, tão frequentemente retratados nos grandes filmes cinematográficos, são simbolizados aqui por duas andorinhas sobrevoando um campo de lavandas. Os pássaros, símbolo de liberdade e de felicidade, parecem entregar-se a uma dança amorosa. Último modelo destas séries limitadas, o Rendez-Vous Sonatina "Amour" representa o estado de graça do amor. Duas pegas exibindo um degradê de verde, do turquesa ao verde-água, sobrevoam peónias na mesma direcção. Estes pássaros, símbolo da felicidade, celebram a sua viagem a dois.

Futebol

A TAG Heuer comemorou o aniversário da vitória portuguesa no Europeu de Futebol com uma edição limitada de 50 peças, premiando cada jogador pessoalmente pelas mãos de Cristiano Ronaldo, embaixador da TAG Heuer. Esta edição especial Heuer-01 tem características desportivas, sublinhando as cores da selecção nacional portuguesa: preto e vermelho, com alguns detalhes em verde. Também possui o logótipo da equipa no mostrador às nove horas. O mostrador esqueletizado exibe o movimento Heuer-01. O número da edição limitada e "Euro 10 Julho 2016" está gravado na parte de trás do relógio. Com a referência CAR2a1b.fc6425, esta edição tem um movimento TAG Heuer Calibre Heuer-01, Movimento de Manufactura. A caixa apresenta um sólido diâmetro de 45 mm em aço escovado com revestimento PVD, luneta em cerâmica preta com escala "taquimetrica scale", asas de aço, vidro de safira com tratamento anti-reflexo de ambos os lados, coroa em borracha e aço às três horas, botões de cronógrafo em aço às duas horas e quatro horas, fundo da caixa em cristal de safira e aço com tratamento a negro, gravação do logo da selecção e número de edição especial. O mostrador é negro opalino esqueletizado. Tem inscrito "Carrera Heuer 01 Chronograph Automatic" e é resistente a 100 metros. Foram feitas 50 peças, 23 delas oferecidas à selecção portuguesa.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub