Weekend Alta relojoaria: Panerai apresenta projecto futurista

Alta relojoaria: Panerai apresenta projecto futurista

A Panerai apresentou no SIHH deste ano uma série de novidades. Uma delas é o LAB-IDTM, que inclui uma série de inovações tecnológicas que buscam inspiração no passado da marca.
Alta relojoaria: Panerai apresenta projecto futurista
Fernando Sobral 04 de fevereiro de 2017 às 14:00
A Panerai é conhecida pela inovação. Algo que tempera sempre, de forma sensata, com a tradição. No SIHH de Genebra deste ano uma das mais sonantes propostas da marca relojoeira foi o LAB-IDTM Luminor 1950 Carbotech 3 Days, com uns imponentes 49 mm de diâmetro. Nele, mais uma vez, a Panerai une passado e futuro. Trata-se de uma edição especial, de que estarão disponíveis 50 unidades. É uma proposta que apresenta uma série de inovações tecnológicas que são evidenciadas pela capacidade de a marca florentina buscar a sua inspiração ao seu próprio passado e escrever o futuro da alta relojoaria. Assim, o Laboratorio di Idee da Panerai foi buscar inspiração no mundo da alta tecnologia, explorando os desenvolvimentos internacionais mais inovadores, explorando o potencial infinito do carbono.

A caixa é feita de um material composto à base de fibra de carbono e o mostrador, coberto de nanotubos em carbono. O movimento, graças às propriedades mecânicas dos compostos de carbono, funciona perfeitamente sem qualquer tipo de lubrificação. A caixa do Luminor 1950, de 49 mm de diâmetro, é feita em carbotech, um material composto à base de fibra de carbono, que foi introduzido no mundo da relojoaria pela Panerai. O carbotech apresenta um acabamento preto, irregular e denso, que varia consoante o corte efectuado sobre o material, tornando cada exemplar distinto de todos os outros. A estrutura do carbotech realça tanto a aparência como melhora o desempenho do material, que é usado para fazer a caixa e o dispositivo da ponte com a alavanca de bloqueio que protege a coroa, ajudando assim a garantir a hermeticidade do relógio até 10 bares (uma profundidade de cerca de 100 metros).

A aposta na legibilidade mantém-se. O mostrador tem uma estrutura sanduíche clássica, inventada pela Panerai, na qual a substância luminosa, neste caso o Super-LumiNova azulado, emerge através das aberturas feitas no mostrador correspondendo aos índices horários e ao pequeno ponteiro dos segundos, assegurando assim uma excelente visibilidade e legibilidade. O mostrador tem ainda um revestimento de nanotubos de carbono, usado pela primeira vez num mostrador. Este novo Panerai LAB-IDTM tem um calibre de corda manual P.3001/C com uma reserva de marcha de três dias, sendo apresentado pela primeira vez numa versão semi-esqueletizada, inteiramente sem lubrificação adicional e com apenas quatro rubis. Um relógio de futuro.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub