Weekend Antonio Muñoz Molina: Somos todos banais e no entanto todos somos misteriosos
Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium Se já é assinante, faça LOGIN

Antonio Muñoz Molina: Somos todos banais e no entanto todos somos misteriosos

Antonio Muñoz Molina é um dos mais conhecidos escritores espanhóis da actualidade. É da geração que ouviu os testemunhos da Guerra Civil contados em casa e que já era adulta quando morreu Franco. Vive com a mulher, a escritora Elvira Lindo, entre Madrid e Lisboa. “Como a Sombra que Passa”, o seu livro mais recente publicado em Portugal pela Ponto de Fuga, foi finalista do The Man Booker International Prize.
Antonio Muñoz Molina: Somos todos banais e no entanto todos somos misteriosos
Miguel Baltazar
Susana Moreira Marques Miguel Baltazar - Fotografia 31 de agosto de 2018 às 11:31

É um dos mais conhecidos escritores espanhóis da actualidade. Cresceu numa pequena cidade, em Jaén, na Andaluzia, numa família de camponeses e quis, desde cedo, ver o mundo. Foi professor de escrita criativa nos Estados )

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 22:00
Saiba mais
pub