Weekend Benvindo Fonseca: Todos os dias acabamos e recomeçamos
Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium Se já é assinante, faça LOGIN

Benvindo Fonseca: Todos os dias acabamos e recomeçamos

Benvindo Fonseca nasceu para dançar. Filho de pais cabo-verdianos, cresceu em Moçambique, mudou-se para Portugal na adolescência e começou a dançar quase por acaso. Apresenta amanhã, no Panteão Nacional, mas longe dos túmulos e das polémicas, “Cromeleque”, a partir do Requiem de Mozart.
Benvindo Fonseca: Todos os dias acabamos e recomeçamos
Mariline Alves
Susana Moreira Marques 13 de julho de 2018 às 14:09

Há pessoas que nascem realmente para alguma coisa. E Benvindo Fonseca nasceu para dançar. Filho de pais cabo-verdianos, cresceu em Moçambique, mudou-se para Portugal na adolescência e começou a dançar quase )

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 22:00
Saiba mais
pub