Automóveis Cooper S E Countryman: Desportivo ecológico

Cooper S E Countryman: Desportivo ecológico

O primeiro Mini híbrido recarregável oferece uma autonomia totalmente eléctrica de 42 km.
Adriano Oliveira 09 de setembro de 2017 às 16:30
€44.550*

Mini Cooper S E Countryman ALL4 PLUg-IN Hybrid electric

Sistema de propulsão: potência 224 cv, binário 385 Nm.
Motor de combustão: gasolina, 3 cilindros, 12 válvulas, 1.499 cc, 136 cv, 220 Nm.
Motor eléctrico: 88 cv, 165 Nm.
Velocidade: 198 km/h.
Aceleração: 6,8s 0-100 km/h.
Tracção: 4WD.
Transmissão: Steptronic 6 velocidades.
Consumo misto: 2,1l /100km;
Emissões CO2: 49 g/km (Euro VI).

*Preço da versão ensaiada: base €36.220 + €8.330 de extras


O Mini Cooper S E Countryman ALL4 é o primeiro modelo da marca britânica com tecnologia híbrida "plug-in", que combina desempenhos desportivos e a possibilidade de uma condução totalmente eléctrica e sem emissões, a velocidades até 125 km/h e uma autonomia oficial anunciada de 42 km.

O sistema híbrido, que é idêntico ao utilizado no BMW 225xe Active Tourer, agrega um motor eléctrico síncrono de 88 cv e um motor a gasolina de três cilindros de 136 cv com tecnologia TwinPower Turbo. A potência combinada do sistema é de 224 cv, o que permite uma aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 6,8 segundos. O consumo de combustível é de 2,1 litros aos 100 km e as emissões de 49 g/km, valores segundo o ciclo europeu para os híbridos recarregáveis.

A potência do motor a combustão é transmitida às rodas dianteiras com o auxílio de uma caixa automática Steptronic de seis relações. Atrás, o motor eléctrico movimenta o eixo traseiro oferecendo um binário de 165 Nm, que está disponível de imediato, uma das grandes vantagens das motorizações eléctricas.

Situada debaixo dos assentos traseiros, o que limita a capacidade do reservatório de gasolina aos 35 litros, a bateria de iões de lítio do sistema "plug-in" é recarregável numa tomada convencional doméstica em 3 horas e 15 minutos, ou através de uma "wallbox" ou posto público de carregamento em 2 horas e 15 minutos. Tem garantia de 6 anos ou 100 mil km.

Ao volante, o sistema híbrido do Countryman S E oferece três modos de operação. O "Auto eDrive" permite uma condução totalmente eléctrica até 80 km/h. Acima disso, ou em caso de forte aceleração, ou de carga de bateria inferior a 7 por cento, o três cilindros entra em funcionamento. O "Max eDrive" permite atingir os 125 km/h e o modo Save Battery dá para carregar a bateria para utilização posterior em eléctrico.

Adicionalmente, o híbrido da Mini oferece mais três modos de condução (Mid, Sport e Green), que intervêm na gestão da direcção, do acelerador e da caixa de velocidades. O resultado final não é fácil de entender, tantos são os modos e as possibilidades de condução disponíveis, mas apesar de tudo a experiência é positiva. Ágil e divertido de conduzir, o Countryman vem bem equipado de série e os materiais e acabamentos desta versão híbrida recarregável estão ao melhor nível.





A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub