Vinhos Feiras com fartura

Feiras com fartura

Até ao segundo fim-de-semana de Novembro, decorrerão três feiras vínicas em Lisboa. Para os produtores, isso é uma zaragata, mas para os consumidores é um luxo. Com uns poucos euros, podem provar os melhores vinhos do país.
Feiras com fartura
João Miguel Rodrigues
Edgardo Pacheco 21 de outubro de 2017 às 13:00
O Grandes Escolhas - Vinhos & Sabores decorrerá na Fil entre os dias 27 e 30 de Outubro.
Um bilhete diário com direito a copo custa €15.
O passe para os três dias, €20.


As habituais feiras vínicas de Outubro e Novembro em Lisboa vão dar que falar. Não apenas entre consumidores, que beneficiarão da oferta alargada em ambiente concorrencial, mas entre produtores, responsáveis institucionais e jornalistas da especialidade. No fundo, a pergunta é esta: quem conseguirá meter mais gente nos pavilhões? A antiga Revista Vinhos, com nova equipa, ou a antiga equipa da Revista de Vinhos, com a revista Vinhos - Grandes Escolhas?

Para os leitores menos informados, recordemos que Luís Lopes e a sua equipa editorial e comercial saíram do Grupo Masemba para fundar a Vinhos - Grandes Escolhas, num projecto liderado por si e por João Geirinhas. A Masemba, por seu turno, fez uma parceria com a Essência do Vinho, ficando esta responsável pelos destinos da Revista de Vinhos, encerrando a revista Wine.

Como se calcula, isto deu - e ainda dá - muito que falar nos "mentideros". Não por causas editoriais (o negócio não está aqui, porque os portugueses acham que pagar por jornais e revistas é coisa do passado), mas por causa das organizações de eventos vínicos um pouco por todo o país. É este o negócio que interessa.

Dantes, a antiga equipa da Revista de Vinhos e a Essência do Vinho dividiam o território e os calendários por forma a não se atropelarem, permitindo que os produtores gerissem no tempo os seus orçamentos. Agora, a coisa é diferente. Pela primeira vez, teremos em Lisboa três grandes eventos vínicos, num período de quatro semanas. O do Campo Pequeno começa hoje, o da Vinhos - Grandes Escolhas (que se chamará Grandes Escolhas - Vinho & Sabores) será entre 27 e 30 de Outubro e o Encontro com Vinhos e Sabores, entre 10 e 13 de Novembro.

Se isso é um problema para os produtores de média dimensão (o dinheiro não estica), para os consumidores é um maná, porque, com uns poucos euros, têm acesso aos grandes vinhos nacionais. Nesta matéria, a concorrência funciona.

Ainda assim, há amigos que me perguntam qual o evento que devem eleger. E eu costumo responder desta forma: se é para provar bons vinhos antes do jantar e trocar impressões com os enólogos e produtores, qualquer uma das feiras serve. Agora - e sublinhando que falo antes de conhecer em detalhe o programa do Encontro com o Vinho e Sabores que, pelo vistos, dará grande destaque à gastronomia -, se a ideia é ir a uma feira provar vinhos mas sair de lá como se tivesse passado por inúmeras aulas de viticultura, de enologia e mesmo de história da vitivinicultura, aí não tenho dúvidas em escolher o Grandes Escolhas - Vinhos & Sabores. Primeiro, pela programação paralela chamada Grandes Provas, segundo, pelo facto de essas provas terem a intervenção de Luís Lopes e João Paulo Martins, provavelmente os profissionais que melhor conhecem os vinhos nacionais.

Meio a brincar, meio a sério, defendo que estes dois cavalheiros deviam pagar mais impostos por cada ano que passa sem publicarem a história contemporânea do vinho português. É uma maçada um tipo ter de - perante as dúvidas que aparecem - ligar-lhes com perguntas quando o Google não resolve. Assim, com um livro em regime de dicionário, ficava tudo resolvido.

Convém realçar que as tais Grandes Provas são momentos que juntam prazer e conhecimento. Prazer porque podemos provar vinhos raríssimos e indisponíveis no mercado; conhecimento porque os produtores/enólogos dão-nos um manancial de informação que nos ajuda a perceber melhor os vinhos. Sai-se sempre mais rico de uma prova destas, seja ela de Porto, Madeira, moscatel ou verticais de brancos e tintos. Sai-se sempre melhor consumidor.

Em concreto, as Grandes Provas na FIL contarão nesta edição com as seguintes personalidades: João Portugal Ramos, Mário Sérgio, David Guimaraens, Álvaro de Castro, Luís Lopes, António Agrellos, Dirceu Vianna Junior, Domingos Soares Franco e Anselmo Mendes. Que, como se imagina, levarão vinhos raros e que fazem parte da História de Portugal. É preciso explicar mais alguma coisa?





A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub