Automóveis Ford KA+: Feito para a cidade

Ford KA+: Feito para a cidade

A aposta do novo Ford KA+ assenta fundamentalmente em dois pilares: oferecer um pequeno automóvel de cinco portas muito espaçoso e com um preço acessível.
Ford KA+ Ford KA+ Ford KA+ Ford KA+ Ford KA+ Ford KA+ Ford KA+ Ford KA+ Ford KA+ Ford KA+ Ford KA+ Ford KA+ Ford KA+ Ford KA+ Ford KA+ Ford KA+ Ford KA+ Ford KA+ Ford KA+
Adriano Oliveira 05 de Novembro de 2016 às 15:35
Características

11.980€

Ford KA+ 1.2 Ti-VCT Ultimate

Motor: dianteiro transversal, gasolina, alumínio, 4 cilindros em linha, 16 válvulas, injecção multiponto
Cilindrada: 1.196 cc
Potência: 85 cv às 6.300 rpm
Binário: 112 Nm às 4.000 rpm
Velocidade máxima: 169 km/h
Aceleração: 13,3s 0-100 km/h
Tracção: dianteira
Transmissão: manual 5 velocidades
Consumo misto: 5,0l/100 km
Consumo urbano: 6,6l/100 km
Cons. extra-urbano: 4,0l/100 km
Emissões CO2: 114 g/km (Euro VI)

Outras versões:
1.2 Ti-VCT Essencial (70 cv) 10.670€


Com o novo KA+ (Plus), a Ford mostra-se empenhada em mudar o conceito de automóvel citadino, propondo um modelo de pequenas dimensões, de cinco portas, mas com um habitáculo com capacidade para acolher confortavelmente cinco ocupantes, de estaturas generosas, na ordem dos dois metros! E tudo isto, obedecendo aos padrões de segurança mais exigentes, à eficiência no consumo de combustível e a preços que sejam acessíveis a um alargado leque de potenciais compradores.

A resposta Ford KA+ procura, assim, preencher um espaço entre os segmentos A e B, com uma nova e atractiva alternativa para quem procura um modelo pequeno, espaçoso e bem equipado.

Ligeiramente mais curto do que o Ford Fiesta, mas mais alto 29 mm, já está à venda no mercado nacional numa única motorização a gasolina de 1.2 litros e dois níveis de potência, de 70 e 85 cv, acoplada a caixa manual de cinco velocidades. A simplificação deste modelo vai ao ponto de apenas se poder escolher entre dois níveis de acabamento de série, o primeiro para o derivativo de 70 cv, denominado Essencial, e o segundo para a variante de 85 cv, o Ultimate. Para o final do ano está prevista a chegada da versão Black & White, apenas na variante mais potente.

As diferenças entre um e outro situam-se em pormenores, como o ar condicionado manual ou automático, ou os vidros das portas traseiras serem ou não eléctricos, e pouco mais. Mas também nos preços o fosso não é grande: o menos potente custa 10.670 euros, a versão Ultimate, 11.980 euros.

Esteticamente, o ar de família da marca está bem patente na grelha trapezoidal elevada e nos faróis alongados que dominam a parte frontal. No interior, há pequenas semelhanças a outros modelos da marca, sendo de realçar o facto de o habitáculo dispor de um total de 21 espaços de arrumação. A bagageira tem 270 litros de capacidade.

De uma forma geral, o novo KA+ nada tem que ver com o seu antecessor. Além de ser um cinco portas, tem um ar mais "adulto" e é capaz de servir os requisitos de uma família, que não necessita de contorcionismos para, por exemplo, sentar o ou os filhos na cadeirinha ou bancos traseiros.

Num primeiro contacto ao volante do novo KA+, nas ruas de Madrid, o pequeno citadino da Ford esteve à altura das expectativas, tanto na resposta do motor como na facilidade de condução e de manobras efectuadas ao longo dos pouco quilómetros percorridos.

Negócios em Madrid, a convite da Ford





A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub