Gastronomia Dois novos restaurantes com 2 estrelas e 7 com 1 estrela em Portugal

Dois novos restaurantes com 2 estrelas e 7 com 1 estrela em Portugal

Portugal conquistou duas novas classificações de duas estrelas na edição de 2017 do Guia Michelin, que atribui ainda sete novas distinções de uma estrela a restaurantes portugueses, foi hoje anunciado em Girona, Espanha. 
Negócios 23 de Novembro de 2016 às 20:23

As novidades do Guia Michelin Espanha e Portugal 2017 são, na categoria de duas estrelas ('mesa excelente, merece um desvio'), os restaurantes The Yeatman (Vila Nova de Gaia) e Il Gallo d'Oro (Funchal).

 

Em comunicado, a Michelin sublinha que a cozinha de Benoît Sinthon, no restaurante Il Gallo d'Oro, se destaca pelas "incríveis notas de autor que adiciona à cozinha clássica e internacional", enquanto Ricardo Costa, chefe de cozinha do The Yeatman, tem uma "criatividade muito própria, sempre construída com base em abordagens magníficas".

 

Com uma estrela ('cozinha de grande fineza, merece uma paragem'), são sete os estabelecimentos que entram para o 'guia vermelho': Casa de Chá da Boa Nova (Leça da Palmeira), Alma (Lisboa), Loco (Lisboa), William (Funchal), L'And Vineyards (Montemor-o-Novo, recuperando a estrela que perdera na edição anterior), Antiqvvm (Porto) e Lab by Sergi Arola (Sintra).

 

Sobre estas novidades, o guia aponta a forma como Rui Paula, na Casa de Chá da Boa Nova, utiliza os produtos do mar Atlântico como "inequívocos protagonistas", enquanto Henrique Sá Pessoa (Alma) e Alexandre Silva (Loco) trazem "uma criatividade e boa execução, que garantem uma nova vivacidade à gastronomia da capital" portuguesa.

 

Sobre o William, L'And Vineyards e Antiqvvm, o guia enaltece a elegância, elogiando ainda o "caráter intimista que emana personalidade e sofisticação" do Lab by Sergi Arola.

 

A Michelin destaca o "crescimento excepcional" da distinção de uma estrela - de um novo restaurante, na edição deste ano, para sete novos estabelecimentos em 2017 -, "o que demonstra a forma como está a crescer o nível gastronómico em Portugal, e a resposta que este sector está a ter junto da maior parte da população".

 

"É um ano histórico para a restauração e gastronomia portuguesa. Parabéns a todos", disse, durante a apresentação, a directora comercial da Michelin, Mayté Carreño, em português.

 

No total, são 21 os restaurantes portugueses que figuram no guia do próximo ano: cinco com duas estrelas e dezasseis com uma estrela, representando sete novas entradas em relação à edição de 2016 (três restaurantes com duas estrelas e 11 com uma estrela).

 

Os resultados foram hoje anunciados na cerimónia de apresentação do Guia Michelin Espanha e Portugal 2017, que decorreu em Girona, na Catalunha, com a presença de cerca de 400 convidados, entre chefes de cozinha, empresários e governantes, e mais de 100 jornalistas.

 

Portugal continua a não ter nenhum restaurante com a classificação máxima do 'guia vermelho' - três estrelas ('cozinha de nível excepcional, que justifica a viagem').

 

A edição do próximo ano atribui uma nova classificação de três estrelas, distinguindo o Lasarte (Barcelona), que se junta a oito outros restaurantes em Espanha com o mesmo nível.

 

No total, são nove os restaurantes com três estrelas, 28 com duas estrelas - dos quais cinco em Portugal - e 166 com uma estrela, 16 em Portugal.

 

Esta é a lista final dos restaurantes portugueses distinguidos pelo Guia Michelin Espanha e Portugal 2017:

 

Com duas estrelas:

 

- Ocean, Porches, chef Hans Neuner

 

- Vila Joya, Albufeira, chef Dieter Koschina

 

- Belcanto, Lisboa, chef José Avillez

 

- Il Gallo d'Oro, Funchal, chef Benoît Sinthon

 

- The Yeatman, Vila Nova de Gaia, chef Ricardo Costa

 

Com uma estrela:

 

- Alma, Lisboa, chef Henrique Sá Pessoa

 

- Antiqvvm, Porto, chef Vítor Matos

 

- Loco, Lisboa, chef Alexandre Silva

 

- Lab by Sergi Arola, Sintra, chef Sergi Arola

 

- Casa de Chá da Boa Nova, Leça da Palmeira, chef Rui Paula

 

- William, Funchal, Luís Pestana/Joachim Koerper

 

-  L'And Vineyards, Montemor-o-Novo, chef Miguel Laffan

 

- Willie's, Vilamoura, chef Willie Wurger

 

- Largo do Paço, Amarante, chef André Silva

 

- Pedro Lemos, Porto, chef Pedro Lemos

 

- Fortaleza do Guincho, Cascais, chef Miguel Rocha Vieira

 

- Eleven, Lisboa, chef Joachim Koerper

 

- São Gabriel, Almancil, chef Leonel Pereira

 

- Bon Bon, Carvoeiro, chef Rui Silvestre

 

- Feitoria, Lisboa, chef João Rodrigues   

 




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
OSCAR LUIS DE MORAIS Há 2 semanas

Faltou incluir na lista de estrelados Michelin o restaurante Henrique Leis (Almancil, chef Henrique Leis)

Anónimo Há 2 semanas

Boa noticia em momento fraco,eu diria mesmo pessimo:os portugueses estao na iminencia de regressar a MARMITA.Tudo que o porta voz do governo charlatao sonhador vem dizer nao combina em nada com as noticias vindas de fora.Quando a EU exigir a radiografia com cabeca,como vai a gerigonca falsifica-la.

Serip Rotiv Há 2 semanas

PARABÉNS! ELEVAR O NOME DE PORTUGAL E A EXCELÊNCIA DOS TRABALHADORES.... SEI POR CONHECIMENTO PESSOAL UM AUXILIAR COM CURSO DE COZINHA INACABADO MAS, COM TALENTO.... ENTRA A GANHAR NA ORDEM DOS 1000 AO MÊS.... ISSO MOTIVA A EXCELÊNCIA!!!!

pub