Automóveis Hyundai Kauai: Ambições justificadas

Hyundai Kauai: Ambições justificadas

Em plena expansão, o segmento dos pequenos ‘crossovers’ compactos conta a partir de agora com mais um pretendente – o Hyundai Kauai – decidido a conquistar o lugar de figura principal.
Adriano Oliveira 18 de novembro de 2017 às 16:00
Características

20.150€

Hyundai Kauai 1.0 T-GDI 120 cv 4x2

Motor: dianteiro transversal, alumínio, gasolina, 3 cilindros em linha, 12 válvulas, injecção directa, turbo, 'intercooler', sistema 'start/stop'.
Cilindrada: 998 cc.
Potência máxima: 120 cv às 6.000 rpm.
Binário máximo: 172 Nm (1.500-4.000 rpm).
Velocidade máxima: 181 km/h.
Aceleração: 12s 0-100 km/h.
Tracção: dianteira.
Transmissão: manual de seis velocidades.
Consumos homologados:
misto 5,2l/100 km;
urbano 6,1l/100 km;
extra-urbano 4,7l/100 km.
Emissões CO2: 117 g/km (Euro VI).

Versão 1.6 T-GDI 177cv 4x4 cx auto: 29.250€


O Hyundai Kauai é o mais recente membro da família de utilitários-desportivos da marca sul-coreana.

Revelado há alguns meses em Milão, conforme oportunamente noticiámos, o novo modelo constitui um importante marco estratégico para a Hyundai, que até 2021 ambiciona ser o primeiro construtor asiático na Europa.

Em traços gerais, o Kauai é um pequeno "crossover" moderno e elegante, com um interior espaçoso quanto baste para quatro ocupantes, embora esteja homologado para cinco passageiros, bem equipado de base com um alargado pacote de tecnologias de segurança, prático e agradável de conduzir, tanto em estrada como na cidade, e que apresenta uma boa relação qualidade/preço. Cinco anos de garantia e de manutenção sem limite de quilómetros completam o pacote de argumentos do Kauai a considerar no momento da compra.

Numa recente apresentação dinâmica do Kauai em Barcelona, conduzimos as duas únicas motorizações a gasolina no catálogo e que agora chegam ao mercado nacional. São elas o 1.0 T-GDI de 120 cv com caixa manual de seis velocidades e tracção 4x2, e o 1.6 T-GDI de 177 cv, com caixa automática de sete relações e tracção 4X4.

A primeira versão utiliza um bloco de três cilindros, com bom desempenho, mas que não esconde a sua sonoridade em aceleração. No entanto, atingida a chamada velocidade de cruzeiro, essa sonoridade deixa de ser desagradável.

Em contrapartida, o quatro cilindros 1.6 T-GDI apresenta-se mais equilibrado e melhor insonorizado e as suspensões filtram bem os ruídos de andamento. Direcção directa, motor e caixa eficaz garantem o bom comportamento na condução em estrada ou por caminhos mais difíceis, onde se aventura sem problemas. Com 4,16 metros de comprimento e razoável altura ao solo, o Kauai beneficia de protecções em plástico rígido na carroçaria e em torno das cavas das rodas para minimizar o embate de pedras.

Em matéria de segurança, o equipamento do Kauai inclui, entre outros, a travagem autónoma de emergência com detecção de peões, vigilância de ângulo morto e manutenção na faixa de rodagem. Novidade, o sistema "head-up display" com informação para o condutor.

Em meados de 2018, serão lançados dois turbodiesel de 1.6 litros (115 e 136 cv), disponíveis com caixa manual ou de dupla embraiagem e transmissão integral em opção. Um Kauai eléctrico está igualmente nos planos do construtor sul-coreano para o próximo ano. 


Destaques

Mais de 400 mil veículos vendidos na Europa até Outubro deste ano, o melhor resultado de sempre da Hyundai.

Personalização e conectividade
São possíveis vinte combinações de cores exteriores (tejadilho e carroçaria) e três tonalidades para o interior, onde se destaca no painel de bordo, ao centro, o ecrã 'flutuante' de oito polegadas do sistema de 'infotainment' que integra funções de navegação, media e conectividade.

Espaço de carga
A bagageira com 361 litros corresponde às necessidades do dia-a-dia. Os assentos traseiros rebatíveis (60:40) permitem transportar carga extra que habitualmente não caberia na bagageira. Com todos os assentos rebatidos o Kauai oferece 1.143 litros de espaço de carga.


Negócios em Barcelona, a convite da Hyundai





A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
Saber mais e Alertas
pub