Automóveis Nissan X-Trail: Reforço de potência

Nissan X-Trail: Reforço de potência

A Nissan alargou a gama do seu "crossover" de topo X-Trail com uma nova e mais potente motorização turbo Diesel, que chega a Portugal no início do próximo ano.
Adriano Oliveira 03 de Dezembro de 2016 às 15:00
Características

45.400€

Nissan X-Trail dCi 177 cv X-Tronic CVT 4x4 7 lugares

Motor: dianteiro transversal, gasóleo, ferro/alumínio, 4 cilindros em linha, 16 válvulas, turbo, injecção directa, geometria variável, intercooler, start/stop
Cilindrada: 1.995 cc
Potência: 177 cv às 3.500 rpm
Binário: 380 Nm às 2.000 rpm
Velocidade máxima: 196 km/h
Aceleração: 10,0s 0-100km/h
Tracção: total
Transmissão: automática CVT
Consumo misto: 6,0 l/100km
Consumo urbano: 6,0 l/100km
Cons. extra-urbano: 6,6 l/100km
Emissões CO2: 158 g/km (Euro VI)

Outros preços:
- 1.6 dCi 130 cv - desde 35.470€
- 2.0 dCi 177 cv - desde 43.850€



Desde que a Nissan deixou de importar o Murano e o Pathfinder para muitos mercados da Europa, incluindo o nosso país, por razões fiscais, o X-Trail passou a ocupar a posição de topo de gama da marca no concorrido segmento "crossover".

O novo posicionamento do X-Trail pecava, no entanto, pela ausência de uma motorização Diesel mais potente, já que apenas estava disponível com um bloco de 1.6 litros e 130cv, que não satisfazia as necessidades de uma faixa importante de clientes.

Para preencher essa lacuna, a marca japonesa decidiu assim acrescentar à gama X-Trail uma nova unidade de 2.0 litros com 177cv de potência e 380Nm de binário, que expande as suas capacidades de utilização, sobretudo, no todo-o-terreno, o seu habitat natural, como tivemos a oportunidade de confirmar no final da última semana.

Os ensaios dinâmicos do X-Trail com a nova motorização começaram no aeroporto de Zurique, de onde seguimos por estradas variadas, ao longo de uma centena de quilómetros, até ao sul da Alemanha. Aí, numa pedreira a céu aberto, ainda em actividade normal de extracção, a Nissan instalou um campo-base para os "X-Trail Games", um evento-competição, cujo objectivo era pôr à prova as capacidades todo-o-terreno do modelo, mas também a habilidade dos participantes.

Com cerca de cinco quilómetros de extensão, o percurso continha vários obstáculos, quase todos com um exigente grau de dificuldade, mas que o X-Trail superou com êxito: da capacidade de tracção à inclinação lateral, dos ângulos de entrada e saída à distribuição de peso, suspensão, etc. No final, os participantes ainda testaram a capacidade de reboque do X-Trail, conduzindo com os vidros tapados e apenas com recurso à câmara interior, através de um pequeno circuito delimitado por pinos.

A equipa constituída pelo Negócios e pela CMTV/Aquela Máquina venceu o desafio.

Com a introdução do novo bloco na gama, o X-Trail estreia a opção da caixa de velocidades automática X-Tronic CVT com a transmissão às quatro rodas. Continua a disponibilizar também a caixa manual de seis velocidades e a tracção às duas rodas.

No mercado nacional, o X-Trail está à venda em três níveis de equipamento e apenas na variante de 7 lugares, que oferece um espaço excelente para bagagem entre 445 e 1.892 litros, através do rebatimento dos bancos.

Negócios em Zurique, a convite da Nissan


Destaques

47.700 é o número de "crossovers" que a Nissan já vendeu em Portugal. O Qashqai, com 36.200, ocupa o 1º lugar.

All-Mode 4x4-i

No coração do X-Trail está o sistema All Mode 4x4-i que permite seleccionar entre 2WD para eficiência máxima de combustível; modo Auto que, segundo o piso, ajusta o binário entre as rodas traseiras e as dianteiras; e o modo de Bloqueio AWD para condições mais desafiantes.


Escudo de protecção da Nissan

O "crossover" japonês vem equipado com as tecnologias do Escudo de Protecção, que incluem a travagem de emergência, alerta de atenção do condutor, máximos automáticos, reconhecimento de sinais, aviso de ângulo morto e aviso de mudança de faixa, entre outros.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub