Automóveis Opel Crossland X: Ideal para a “selva” urbana

Opel Crossland X: Ideal para a “selva” urbana

O novo Crossland X da Opel é um pequeno “crossover” urbano de linhas modernas, agradável de conduzir, com um bom nível de equipamento e preços atractivos. Chega este mês a Portugal
Adriano Oliveira 10 de junho de 2017 às 16:00
19.480€

Opel Crossland x 1.2 Turbo Ecotec Edition

Motor: dianteiro transversal, alumínio, gasolina, três cilindros em linha, 12 válvulas, injecção directa, turbo, intercooler, sistema 'start/stop'.
Cilindrada: 1.199 cc.
Potência máxima: 110 cv às 5.500 rpm.
Binário máximo: 230 Nm às 1.750 rpm.
Velocidade máxima: 188 km/h.
Aceleração: 10,6s dos 0-100 km/h.
Tracção: dianteira.
Transmissão: manual de 5 velocidades.
Consumo misto: 4,9l/100km.
Consumo urbano: 5,8l/100km.
Consumo extra-urbano: 4,3l/100km.
Emissões CO2: 111 g/km (E VI).
Preços: entre 17.980 e 24.980 euros


À medida que a "selva" urbana se adensa e complica no dia-a-dia, mais são os construtores que apostam em novas soluções para a enfrentar. Os "crossovers" são uma delas e o segmento onde se inserem, um dos mais competitivos e apetecidos, já que ninguém quer ficar de fora, como é o caso da Opel com o pequeno Crossland X.

O novo membro da família X da marca alemã, recentemente integrada no grupo PSA-Peugeot Citroën, chega este mês ao mercado nacional e vem juntar-se ao "best-seller" Mokka X, de características e desempenhos mais todo-o-terreno. A família X ficará completa ainda este ano com o Grandland X, de maiores dimensões e pertencente ao segmento C, dos Familiares Compactos.

A base técnica do Crossland X é uma nova evolução de uma plataforma da PSA, que servirá também para o Citroën C-Aircross, mas a Opel faz questão de sublinhar que o processo de desenvolvimento do modelo começou bem antes da aquisição da marca pela PSA.

Dimensões compactas (mede 4,21 m de comprimento, ou seja, menos 7 cm do que o Mokka X), o Crossland X oferece um visual moderno em que não falta sequer a pintura a duas cores da carroçaria.

Apesar das dimensões mais contidas, a habitabilidade do Crossland X é boa. Condutor e passageiros beneficiam de bancos ergonómicos com uma posição de assento mais elevada, elemento fundamental neste tipo de veículos, que confere excelente visibilidade, que pode ser reforçada com o tecto panorâmico opcional.

O desenho do painel de bordo é clássico, mas agradável à vista, sobretudo o ecrã táctil integrado de oito polegadas, que permite o acesso às várias funções dos sistemas disponíveis. Materiais e revestimentos são de uma forma geral aceitáveis.

Disponível nos níveis de acabamento Edition e Innovation, o Crossland X é tecnologicamente evoluído em matéria de segurança e de sistemas de apoio à condução. Entre outros, dispõe de "Head Up Display", Opel OnStar, faróis adaptativos em LED, câmara traseira de 180 graus, alerta de sonolência e travagem de emergência (a partir do próximo Verão).

Nos motores, a gama a gasolina inicia-se com o tricilíndrico 1.2 a gasolina, de 81 cv, a que se segue o 1.2 Turbo, também com três cilindros, de 110 e 130 cv de potência. A gasóleo, recebe o turbodiesel 1.6 com 99 e 120 cv de potência. Podem estar acoplados a transmissões de cinco e seis velocidades. A versão a gasolina de 110 cv também pode receber caixa automática de seis relações.


Destaques

O Crossland X é produzido na unidade da Opel em Saragoça. É o primeiro modelo criado em parceria com a PSA.

Conectividade total
O "crossover" da Opel dispõe da assistência em viagem e apoio de emergência Opel OnStar com "hotspot" Wi-Fi, que assegura a total conectividade com o exterior. Por sua vez, os sistemas de informação e entretenimento IntelliLink (4.0 e 5.0) acrescentam o rádio, Bluetooth e a navegação.

Máxima versatilidade
O interior do Crossland X pode acomodar até cinco ocupantes e o espaço de carga varia entre os 410 e os 1.255 litros. Os bancos traseiros são reguláveis individualmente, podendo ser rebatidos na proporção 60/40 e avançados ou recuados longitudinalmente.

Negócios em Veneza, a convite da Opel



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub