Weekend Pelos ares

Pelos ares

Este ano, a Hamilton tornou-se Cronometrista Oficial do Red Bull Air Race World Championship, uma competição aérea que alguns consideram como a “Fórmula 1” dos céus
Pelos ares
O Khaki Air Race está disponível em duas versões: um modelo Team Hamilton, com mostrador em laranja e preto e fundo de caixa especial, e um modelo Cronómetro Oficial, com mostrador em azul e cinzento.
Fernando Sobral 12 de agosto de 2017 às 14:00
Relógios e aviões têm muito em comum. E essa ligação é cada vez mais visível através de parcerias que diferentes marcas vão fazendo em louvor da fiabilidade e da destreza, do rigor e da performance. Este ano, a Hamilton tornou-se Cronometrista Oficial do Red Bull Air Race World Championship, uma competição aérea que alguns consideram como a "Fórmula 1 dos Céus", e que tem muitos adeptos em Portugal.

Envolvendo 14 dos melhores pilotos de corrida, entre os quais Nicolas Ivanoff, embaixador da Hamilton desde 2005, esta competição de aviação desportiva é um espectáculo atraente, que combina velocidade, precisão e perícia. Utilizando os mais velozes, ágeis e leves aviões de corrida, os seus pilotos navegam a baixa altitude, por entre pilares insufláveis de 25 metros de altura.

Os 14 pilotos consagrados competem na Master Class, com oito etapas por todo o mundo, pelo título de campeão mundial Red Bull Air Race. A Challenger Cup, com nove pilotos, oferece aos jovens talentos a oportunidade de desenvolverem as suas habilidades de voo a baixa altitude e de viverem as fortes emoções características deste desporto.

O calendário de etapas de 2017 tem lugar em oito cidades e teve o seu arranque no mês de Fevereiro, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, um evento que assinalou a 75ª corrida do Red Bull Air Race.

A aviação, a perícia e a precisão são atributos que fazem também parte do ADN da Hamilton. Esta parceria veio reforçar a presença da Hamilton no mundo das acrobacias aéreas, que se soma à já rica herança aeronáutica da marca e às colaborações com espectáculos e esquadrões aéreos internacionais. A marca tem cronometrado os céus desde 1919, quando os pilotos pioneiros dessa era depositavam a sua confiança na precisão dos seus relógios e instrumentos de navegação. A Hamilton tornou-se, na década de 30, no relógio oficial das companhias aéreas TWA, Eastern, United e Northwest. A aventura uniu-se com a precisão à medida que estes instrumentos demonstraram a sua incomparável experiência na parceria com os primeiros serviços aéreos costa a costa norte-americanos, que conduziram os voos comerciais.

É neste âmbito que surge uma edição especial disponibilizada para assinar esta ocasião, o Khaki Air Race, disponível em duas versões: um modelo Team Hamilton, com mostrador em laranja e preto e fundo de caixa especial, com uma impressão que realça a forte ligação entre a Hamilton e Nicolas Ivanoff. E ainda um modelo Cronómetro Oficial, com mostrador em azul e cinzento, com ponteiro vermelho de segundos, em homenagem às cores do Red Bull Air Race, e fundo de caixa com impressão. Ambas as versões possuem uma caixa em aço inoxidável com 42mm, com a possibilidade de escolha entre uma bracelete de pele preta ou de aço inoxidável.

Tentadores

Os relógios revelam o tempo. E muitos deles buscam sobretudo a precisão, como fez a Seiko que, quando trouxe o quartzo para o mundo da relojoaria, causou uma revolução. Mas a história da marca é muito maior. São 130 anos ao serviço da relojoaria. É uma forma diferente de comemorar o longo percurso iniciado em 1881 por Kintaro Hattori quando abriu uma pequena loja de relógios em Tóquio. Esta loja seria a predecessora da Seiko Corporation. O objectivo de Kintaro era produzir relógios e foi assim que acabou por abrir a fábrica de Seikosha. O nome tinha um simbolismo: Seiko significa excelente, sucesso ou miniatura. Sha significa casa. O objectivo inicial foi produzir um relógio de bolso. Em 1895, nascia o Time Keeper. O primeiro relógio de pulso japonês, o Laurel, iniciou a sua produção em 1913, saindo da fábrica com 30 exemplares por dia.

Os filhos de Kintaro, falecido em 1934, fundaram a Daini em 1937 para a produção exclusiva de relógios, que viria a dar origem à Seiko Instruments. A II Guerra Mundial colocou em causa o crescimento da empresa, mas a família viria a recuperá-la. Em 1946, a produção de relógios foi retomada. Em 1948, saiu o Super, com três ponteiros. Em 1969, a nova revolução no mundo da relojoaria é real: a Seiko lançou o primeiro relógio de pulso de quartzo do mundo.

Agora surgem novos modelos de quartzo analógico, na sua linha Premier, de características femininas. Surgem em três versões distintas, com indicador de dia do mês, vidro de safira para maior resistência e caixa de aço de 30,5mm. Os modelos em dourado ou prateado apresentam mostradores em madrepérola. Existe também uma versão mais clássica com bracelete em pele castanha e caixa com acabamento ouro rosa. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub