Weekend Relógios: Uma grande aventura náutica

Relógios: Uma grande aventura náutica

A Frédérique Constant vai buscar a inspiração para a sua colecção Runabout aos clássicos barcos Riva da década de 1920. Em busca da cor do mar.
Relógios: Uma grande aventura náutica
Fernando Sobral 05 de agosto de 2018 às 10:30
Neste tempo de apetência pelo mar ninguém pode ficar admirado por as mais conhecidas marcas relojoeiras optarem por propostas que apelem à aventura marítima. É isso também que faz a Frédérique Constant, que vai buscar inspiração para os seus dois novos relógios Runabout aos clássicos barcos Riva da década de 1920.

No fundo é uma forma de recuperar um tempo em que se redescobria, depois da guerra, os pequenos prazeres e se encarava a vida de forma mais descontraída. Há aqui uma profunda aposta filosófica e de sentido de vida. Recorde-se que a Frédérique Constant colabora desde 2009 com a Riva Historical Society, uma associação sem fins lucrativos, fundada por Piero Mario Gibellini e Carlo Riva, em Milão, no ano de 1998, dedicada à preservação e restauro dos barcos clássicos Riva. E para celebrar essa parceria, a Frédérique Constant desenvolve todos os anos uma edição limitada dos relógios Runabout.

Agora esta colecção Runabout 2018 apresenta dois novos modelos automáticos: um de aço inoxidável e outro com caixa banhada a ouro rosa, ambos de 42 mm. As caixas são polidas, com o intuito de lembrar a aparência brilhante dos barcos Riva.

O mostrador, azul-marinho e protegido por um vidro de safira convexo, possui decoração Clous de Paris com "guilloché" central que o divide em duas partes. Os números árabes, índices e ponteiros possuem tratamento luminescente para maior visibilidade. Há que destacar ainda a janela de data às 6 horas. Os dois relógios agora disponíveis são alimentados por um calibre automático FC-303. Este calibre de 26 rubis, atinge as 28'800 alternâncias por hora, contando com uma autonomia de 38 horas e está protegido por uma caixa resistente à água até 10 metros.

Um detalhe que reforça também a elegância destes relógios é o fundo transparente de safira, que permite ver o mecanismo automático e a gravação da bandeira da Riva Historical Society. Complementa o visual clássico destes modelos a correia em pele azul com pespontos brancos.

Estes dois relógios Runabout têm uma edição limitada a 2.888 peças cada. Fiel à sua tradição, cada um dos modelos é entregue numa caixa especial de edição limitada, incluindo uma réplica de madeira em miniatura do barco Riva. Modelos para usufruir, mas também para saber guardar. 

Azul

Azul é a cor que é a aposta forte da Zenith para este Verão. Compreende-se, com o apelo do mar. Mas também pelo azul do céu. É uma cor inspiradora, até mesmo para as marcas de relojoaria. A ideia é conciliar esta cor com a lógica de aventura e também de bem-estar. Assim a marca apresenta, neste contexto peculiar, os seus cronógrafos Defy Classic, El Primero 21 Blue, o 40 mm Pilot Type 20 Extra Special e o 45 mm Pilot Type Extra Special. O Defy Classic surge com o seu anel do aro interno azul, claro está no melhor do Verão quando combinado com uma pulseira em borracha preta em couro de crocodilo azul. Já o Defy El Primero 21 Blue mostra uma placa azul com uma gama de pulseiras nos tons da estação.

Também para esta época a Zenith propõe o cronógrafo 40 mm Pilot Type 20 Extra Special e o 45 mm Pilot Type 20 Extra Special, com um mostrador azul-celeste fosco. Equipado com pulseira em couro nobuck azul desportivo, estes modelos também são estanques à água até 100 m. A Zenith faz assim jus à sua herança desde 1865, com a sua busca de excelência, precisão e inovação. Conhecida pelo seu lendário calibre 1969 El Primero que permite medições precisas de curto tempo até próximo de 1/10º de segundo, a fábrica desenvolveu mais de 600 variações de movimento. Estes modelos vêm aumentar a sua poderosa oferta.