Weekend Virgolino Faneca prepara a estada de CR7 na prisão. Sem dramas

Virgolino Faneca prepara a estada de CR7 na prisão. Sem dramas

O fisco espanhol defende o encarceramento de Cristiano Ronaldo. Virgolino Faneca já está a tomar as providências para que a estada do futebolista seja uma oportunidade para o dita levantar o caneco na Rússia e assim fazer negaças à Irina.
Virgolino Faneca prepara a estada de CR7 na prisão. Sem dramas
Celso Filipe 30 de dezembro de 2017 às 17:00
Caro Cristiano

Venho por este meio informar que estou a tomar as devidas providências para que tu possas descansar convenientemente na prisão para a qual a senhora do fisco espanhol, a dona Caridad Gómez Mourelo, te pretende enviar. Para começar, estou a poupar dinheiro para enviar tabaco. E não me respondas que não fumas, porque aqui o tabaco é apenas um pretexto para juntar umas coroas que permitam materializar a transferência da tua criossauna para o estabelecimento prisional.

Concomitantemente, estou a envidar esforços para que a tua nova morada tenha lugares de garagem suficientes para estacionares a frota automóvel assim como um ecrã gigante para jogares playstation e uma sala de convívio para brincares com os teus filhotes. Com jeito, ainda atingirei o desiderato de colocar o Florentino Pérez como o director da prisão, transformando-a numa "peña" madridista.

Aliás, bem vistas as coisas, o teu encarceramento até pode ser uma vantagem, mormente porque permitirá que selecciones quem queres receber. Deste modo, poderás dizer à mana Katia que o mau do director, com muita pena tua, restringiu as visitas, motivo pelo qual ela terá de esperar por uma melhor oportunidade. E julgo que poderás repetir o truque por diversas vezes sem que ela dê conta da marosca. Por esta via também ficarás à margem das discussões entre a Georgina e a dona Dolores, o que te libertará da espinhosa missão de tomar partido por uma delas abespinhando a outra.

Além disso, estando tu encarcerado, podes usar esta circunstância para fintares o séquito de tipos e tipas que estão constantemente a pedir dinheiro, na medida em que te tiram parecenças com um porquinho-mealheiro e já há muito partiram o deles.

E não te preocupes com a tua participação no mundial da Rússia porque também já meditei profundamente sobre essa matéria (na verdade, acordei agora mesmo). Se fores já para a pildra, evitas o risco de seres humilhado pelo Messi na liga espanhola deste ano, treinas no prisão com uns tipos que o Fernando Santos escolheu com a ajuda do Jorge Mendes (gajos que não jogam nada, mas são transferidos por muitos milhões), e chegado a Junho, altura do Mundial, pedes uma precária, alegando bom comportamento. Vais fresquinho para a Rússia e tens uma possibilidade do caneco para levantares o caneco. O único senão é a eventualidade de só seres autorizado a gozar a precária depois do Portugal-Espanha, mas como a selecção também já está habituada a começar mal as competições internacionais não é por aí que o gato irá às filhós.

Para que este plano dê certo, convém que dês graxa à dona Caridad Gómez Mourelo porque tu bem sabes o quanto os espanhóis gostam de ser bajulados. Coisas assim do género, gostaria muito que o fisco português tivesse uma funcionária como você, cheia de ganas; é por estas e outras que acho que Portugal devia ser uma província de Espanha; o José Saramago era espanhol; o Filipe VI é o nosso rei; ou, quer gravar um disco com a minha irmã Katia, cuja voz brilharia mais se contasse com o seu talento.

Não te esqueças que o aprisionamento do corpo pode ser a libertação do espírito.

E com esta me despeço cordialmente,


Virgolino Faneca



Quem é Virgolino Faneca

Virgolino Faneca é filho de peixeiro (Faneca é alcunha e não apelido) e de uma mulher apaixonada pelos segredos da semiótica textual. Tem 48 anos e é licenciado em Filologia pela Universidade de Paris, pequena localidade no Texas, onde Wim Wenders filmou. É um "vasco pulidiano" assumido e baseia as suas análises no azedo sofisma: se é bom, não existe ou nunca deveria ter existido. Dele disse, embora sem o ler, Pacheco Pereira: "É dotado de um pensamento estruturante e uma só opinião sua vale mais do que a obra completa de Nuno Rogeiro". É presença constante nos "Prós e Contras" da RTP1. Fica na última fila para lhe ser mais fácil ir à rua fumar e meditar. Sobre o quê? Boa pergunta, a que nem o próprio sabe responder. Só sabe que os seus escritos vão mudar a política em Portugal. Provavelmente para o rés-do-chão esquerdo, onde vive a menina Clotilde, a sua grande paixão. O seu propósito é informar epistolarmente familiares, amigos, emigrantes, imigrantes, desconhecidos e extraterrestres, do que se passa em Portugal e no mundo. Coisa pouca, portanto.

 




pub