C-Studio Como funciona a bolsa de valores – um guia útil para investir
C-Studio i
C- Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do Universo
É o local onde as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Como funciona a bolsa de valores – um guia útil para investir

A bolsa de valores não é mais do que um grande mercado, onde se compram e vendem “coisas”, os chamados activos. Acções, obrigações e matérias-primas são alguns dos exemplos disponíveis. E para comprar um activo é apenas preciso que se encontre alguém que o queira vender pelo preço que estamos dispostos a pagar.
Como funciona a bolsa de valores – um guia útil para investir

Apesar de os pequenos investidores terem por vezes dúvidas sobre o funcionamento deste tipo de operações, a negociação é bastante simples. É apenas identificar o que se quer e quanto se está disposto a investir. E esperar que do outro lado haja alguém com interesse em vender aquele activo por aquele valor.

Por regra, a transacção não se faz directamente entre vendedor e comprador. Normalmente os negócios são concretizados através de intermediários, como a corretora DEGIRO, que trata de todo o processo até que a operação seja realizada. Na verdade, o cliente tem apenas de se preocupar em "escolher" o produto e decidir qual o investimento que quer fazer. E o intermediário trata do resto. O mesmo se aplica a quem quer vender. É preciso apenas que avise o intermediário o que quer alienar e por que valor.

Os tipos de agentes

Há vários intervenientes no mercado. Dentro da categoria de investidores, há os institucionais – que não são mais do que instituições, podem ser estatais ou privadas -, os de retalho – que são os investidores particulares, muitas vezes são identificados como "as famílias" – os bancos de investimentos – que são instituições financeiras – bem como os ‘mutual funds’ - que agregam investimentos de vários investidores.

E entre os intermediários há vários tipos. Há as corretoras, que ajudam os clientes a realizarem as operações; "portfolio managers", que actuam para facilitar a gestão da carteira de investimentos dos clientes; as instituições depositárias, que "guarda" os activos dos clientes. Há ainda as bolsas, que "alojam" os activos, e através das quais se executam as transacções; e as "clearing house", ou casas de compensação, que têm como principal missão agilizar a troca de pagamentos e registar as negociações.

A DEGIRO actua como corretora, oferecendo uma combinação única de acesso aos mercados mundias com comissões extremamente baixas, numa plataforma de fácil utilização.

Se deseja escolher uma corretora e começar a investir nos mercados financeiros, encontra aqui uma análise útil dos factores a ter em consideração.



Serviços prestados pelos corretores

• Documentação básica do mercado de títulos.
• Acesso ao mercado de acções, permite transaccionar.
• Fornecer margem para trading.
• Fornecer uma plataforma de negociação. Software instalável ou baseado no navegador de internet.
• Facilitar a transferência de fundos entre a conta de trading e conta bancária.
• Serviços administrativos - para ver o resumo da sua conta.
• Apoio ao cliente.
• Relatório para o ano fiscal.


* Este conteúdo foi redigido em cooperação com a DEGIRO.
Partilhar

Marketing Automation certified by E-GOI