Outros sites Cofina
C-Studio
Mais informações

C•Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do universo Cofina.
Aqui as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Notícia

Educação digital: a criar as salas de aula de amanhã

Mais do que nunca, é fundamental colmatar o fosso na educação digital em Portugal, na Europa e em todo o mundo.

25 de Novembro de 2021 às 12:17

A educação é um pilar estruturante da democracia e um elemento-chave para a recuperação económica da Europa. Contudo, mais de 130 milhões de estudantes europeus ainda têm dificuldades no acesso ao ensino à distância e cerca de metade das crianças de todo o mundo ainda não beneficiam do acesso a dispositivos eletrónicos e a conectividade/internet.


Com efeito, a Qualcomm acredita na tecnologia como forma de concretizar o potencial humano e responder aos desafios da sociedade. Agora, mais do que nunca, estamos focados na educação. Com a experiência, tecnologia e parcerias, a Qualcomm está a ligar de forma inteligente alunos de todo o mundo, tornando a aprendizagem mais acessível, relevante e eficaz.


Este esforço inclui apoiar as crianças nas áreas da Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática (STEM – acrónimo inglês para Science, Technology, Engineering and Mathematics), mesmo nos âmbitos de aprendizagem mais remotos. Para tal, a Qualcomm emprega tecnologia móvel mais rápida e confiável, através do programa Wireless Reach.


Pandemia exacerbou dramaticamente as desigualdades nas oportunidades de educação


As consequências da pandemia amplificaram a necessidade de melhorar o acesso ao ensino digital, para que todas as crianças pudessem ser livres de concretizar o seu potencial. Este é o espírito da Coligação Global da Educação da UNESCO, à qual a Qualcomm aderiu em novembro de 2020.


No passado recente, escolas e entidades de ensino utilizaram soluções testadas e comprovadas, combinando dispositivos acessíveis com conectividade wi-fi ou hotspot móvel, com vista a conectar os alunos ligados desde zonas mais remotas. Na verdade, estas entidades ajudaram a transformar a vida de milhões de crianças que até então não dispunham de condições de acesso à educação.


Tais entidades, contudo, debateram-se com problemas de vária ordem: conteúdo indesejado, falhas de segurança, dificuldades burocráticas inerentes à utilização de tecnologias de informação (TI), descarregamento das baterias dos dispositivos, bem como constrangimentos na largura de banda para a conexão de uma sala de aula inteira.


Em resposta ao alargamento do horário escolar e do incremento das exigências aos alunos, a Qualcomm criou novos dispositivos de aprendizagem "sempre ligados" e "sempre conectados" para capacitar mais docentes e alunos a ensinar e aprender remotamente.

A nova geração de dispositivos vem incorporada com conectividade 4G e 5G e baterias com autonomia para vários dias, de forma a proporcionar a todos os alunos acesso à educação digital quando e onde necessitam. Para o sucesso, deverão concorrer diferentes fatores: conectividade de banda larga, autonomia da bateria e segurança.


Mais do que olhar o passado, a Qualcomm está profundamente comprometida em projetar a visão sobre o futuro da aprendizagem. Neste quadro, incentiva-se o recurso a pacotes de recuperação económica para o investimento na conectividade de banda larga de alta capacidade, destinados em particular à nova geração de dispositivos de aprendizagem.


Salas do futuro: transformação na aprendizagem digital


O financiamento europeu deve ser igualmente acessível a todas as escolas e autoridades locais em todo o continente, para que lhes sejam oferecidas oportunidades iguais, dotando-as adequadamente para a transformação na aprendizagem digital. É, neste sentido, desejável que os decisores políticos possam projetar e lançar planos de educação digital com conectividade de banda larga "por defeito" – uma parte integrante das salas de aula do futuro.


Liberdade de ensinar e aprender virtualmente


A Qualcomm está empenhada em apoiar os alunos a ultrapassar a barreira da aprendizagem digital e democratizar o acesso de todas as crianças, ajudando-as a atingir o máximo potencial. Nesse sentido, a Qualcomm promete continuar a aumentar o acesso a dispositivos e à conectividade a um custo baixo. A liberdade de ensinar e aprender virtualmente em qualquer lugar está no horizonte da Qualcomm.


Para saber mais sobre o trabalho da Qualcomm, que visa levar dispositivos de conectividade a todos e defender as mudanças nas políticas públicas, pode ler nestes artigos como a iniciativa Qualcomm® Wireless Reach™ traz tecnologias avançadas sem fios para comunidades carenciadas em todo o mundo e como está a lutar para diminuir uma "lacuna do trabalho de casa", que é agora maior do que nunca.



Artigo escrito por Douglas Benitez (diretor sénior, Desenvolvimento de Negócio) e Audrey Scozzarro Ferrazzini (diretora sénior, Assuntos Governamentais), da Qualcomm.