Comunicados de Imprensa  Cinco startups apresentadas na primeira edição do programa NOVAnalytics da NOVA IMS

Cinco startups apresentadas na primeira edição do programa NOVAnalytics da NOVA IMS

Ciberdefesa, medicina de precisão e gestão de crédito são algumas das áreas das startups finalistas do NOVAnalytics.
Comunicados de Imprensa 03 de julho de 2019 às 14:50
A NOVA Information Management School (Nova IMS) apresentou, num evento realizado no Colégio de Campolide, no Campus da NOVA, o NOVAnalytics Accelerator, as startups finalistas do programa NOVAnalytics Acceleration Program, um acelerador de ideias e projetos em Inteligência Artificial e data science, inovador em Portugal, exclusivamente focado nestas áreas de grande valor acrescentado.

Pedro Saraiva, diretor da NOVA IMS, afirmou, na abertura da sessão, que a NOVA IMS é uma escola de gestão de informação e data science que se quer afirmar cada vez mais também pela sua natureza empreendedora, sendo muito gratificante constatar o sucesso alcançado por esta iniciativa, o amadurecimento das ideias e dos promotores ao longo do programa. Agradeceu ainda o apoio dos diferentes parceiros e oradores, deu os parabéns a todos os participantes e apontou, face aos resultados obtidos, para a concretização futura de novas edições da iniciativa NOVAnalytics Accelerator.

As startups finalistas foram as seguintes:

SingleLink, que atua na área da medicina de precisão, com recurso a metodologias de análise de dados e machine learning. origamiHUB.ai, uma startup que nasce na sequência de um projeto de investigação na área da Inteligência Artificial, na NOVA IMS, em modelos com aprendizagem contínua.

Global Intelligence Insight, que atua na área da ciberdefesa, usando big data e metodologias de análise de dados em tempo real.
Desire Maker, uma startup nascida igualmente no âmbito de um projeto de doutoramento na NOVA IMS e que pretende facilitar a relação entre os jovens e as entidades bancárias, criando oportunidades acrescidas para fidelização.

Check my Business, que visa promover o acesso de empresas em fase de estabelecimento em Portugal a informação sobre os mercados alvo, usando metodologias de data science.

A sessão contou ainda com a presença de Luís Curvelo, Diretor de Marketing da Compta, que através da iniciativa Lusídeias acompanhou as startups durante todo o programa de incubação, assim como de Vítor Ventura Ramos, Presidente da Comissão Executiva da AERLIS e de Marcos Fernandes, Presidente da PME Investimentos, que apresentaram as possibilidades para os próximos passos nos participantes no programa, nomeadamente no que toca a apoios ao empreendedorismos e acesso a instrumentos de financiamento.

No encerramento, Miguel de Castro Neto, subdiretor da NOVA IMS e responsável pelo NOVAnalytics Accelerator, concluiu afirmando: "Celebramos hoje o cumprimento da ambição que promoveu a criação do NOVAnalytics Accelerator: colocar a ciência dos dados ao serviço do empreendedorismo e do desenvolvimento económico num ecossistema de inovação que reuniu o melhor conhecimento científico com um grupo de empresas de referência para apoiar um conjunto de projetos promissores. Quem sabe se o próximo unicórnio português não está hoje aqui a dar os primeiros passos".

Sobre o NOVAnalytics Acceleration Program
O NOVAnalytics Accelerator consubstancia-se num programa que visa a promoção de dinâmicas de empreendedorismo e criação de empresas com uma forte componente de I&D, e de aceleração para o mercado de potenciais startups nas áreas ligadas à ciência de dados, focando-se na validação e apoio a projetos e ideias de negócio naquelas áreas. O programa visa ainda estimular a ligação entre as futuras startups e uma rede de mentores e investidores para apoio ao lançamento dos projetos, muitos deles atualmente em desenvolvimento por alunos e alumni da Faculdade.
O foco do programa NOVAnalytics Acceleration Program são essencialmente os projetos nas áreas de Inteligência Artificial, machine learning, BlockChain, cidades inteligentes, big data e Internet das Coisas (IoT).
A iniciativa conta com a colaboração de um conjunto alargado de empresas e entidades como Altice Labs, Accenture, AWS, Compta, Fidelidade, IBM, Microsoft, SAP, SAS, Startup Portugal, EDP, ESRI e Singularity DE, que contribuem com plataformas tecnológicas, apoio especializado e conhecimento das realidades e necessidades do mercado, aos participantes no programa.

Sobre a NOVA IMS
Fundada em 1989, a NOVA Information Management School (NOVA IMS) é a Escola de Gestão de Informação da Universidade NOVA de Lisboa e tem por principal missão a promoção de ensino e de investigação de excelência na área da Gestão de Informação e dos Sistemas de Informação. A NOVA IMS proporciona educação de elevado nível a mais de 1.500 alunos e a sua oferta abrange duas licenciaturas, oito mestrados, um doutoramento e diversos cursos de pós-graduação. Foi a primeira instituição da Península Ibérica a integrar a iSchools, organização internacional que reúne as melhores escolas do mundo na investigação e ensino da gestão de informação, e possui a primeira licenciatura da Europa acreditada em Sistemas de Informação pela ABET (uma agência de acreditação Norte Americana líder mundial na certificação da qualidade em programas académicos). A NOVA IMS é a primeira instituição universitária fora dos EUA a obter a acreditação GEOINT (Geospatial Intelligence) por parte da United States Geospatial Intelligence Foundation (USGIF), sendo igualmente detentora de uma certificação de qualidade ISO 9001:2008.



Marketing Automation certified by E-GOI