Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Olli Rehn critica Grécia pelos seus escassos progressos nas reformas

O Comissário Europeu dos Assuntos Económicos e Monetários, Olli Rehn, criticou as autoridades gregas pelos seus escassos progressos na aplicação de reformas severas, instrumentos que o país necessita para superar a crise.

Andreia Major amajor@negocios.pt 16 de Maio de 2011 às 12:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
“A Grécia deve acelerar as suas reformas económicas e assegurar a total aplicação do programa de privatizações”, afirma Rehn em declarações publicadas hoje no jornal alemão “Die Welt”, citado pelo “Cinco Dias”.

O Comissário Europeu dos Assuntos Económicos e Monetários criticou as autoridades gregas pelos seus escassos progressos na aplicação de reformas severas.

Na opinião de Olli Rehn, estas são instrumentos indispensáveis ao país para superar a crise da dívida em que se encontra.

Depois de exigir o fim dos conflitos políticos entre os diferentes partidos e apelar à união com vista à resolução da crise, o comissário europeu disse que “seria ilusório pensar que existe uma alternativa ao programa de reformas.”

Olli Rehn exige, na mesma entrevista, que a Alemanha apoie sem reservas o pacote de ajuda financeira a Portugal no valor de 78 milhões de euros. O assunto irá ser debatido na reunião de hoje dos ministros das Finanças do Eurogrupo.

“Não se pode ser implementado sem a vontade da Alemanha em assegurar a estabilidade do euro”, comentou Rehn. “A ajuda a Portugal com decisões rigorosas mas realistas, protege também a recuperação económica da Alemanha e as poupanças dos cidadãos alemães.”

Ver comentários
Saber mais Olli Rehn Grécia Portugal ajuda externa
Outras Notícias