Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Reuters: Troika dá mais um ano a Portugal para atingir metas do défice

Portugal terá mais um ano para atingir a meta de 3% do défice, confirmaram várias fontes não identificadas à Reuters. O esforço que está a ser desenvolvido pelo país “está a ser reconhecido” e o contexto externo, que se deteriorou, faz com que a “troika seja flexível”.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 11 de Março de 2013 às 13:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • 27
  • ...

“Há um grande esforço de ajustamento, que está a ser reconhecido. Há um consenso [entre os credores] que a envolvente externa deteriorou-se e que Portugal precisa de mais um ano para reduzir o défice abaixo dos 3%”, afirmou uma fonte da troika, não identificada, à Reuters.

 

“Este objectivo [de 3%] vai ser atingido em 2015. Este ano, a recessão vai ser mais elevada, em torno dos 2%, o que torna a execução orçamental mais difícil”, acrescentou uma fonte de Lisboa também não identificada.

 

“A recessão na Europa é um dado importante e é por isso que a troika é flexível”, adiantou uma outra fonte não identificada, que acrescentou que as contas externas estão a ser ajustadas a um ritmo mais célere do que o previsto no programa de ajustamento.

 

Vítor Gaspar já tinha anunciado que o país ia pedir mais um ano para atingir as metas do défice que, de acordo com o que ficou estipulado no programa de ajuda externa, teriam de atingir os 3% do produto interno bruto (PIB) em 2014. Desde então foram já vários os responsáveis europeus que deixaram a porta aberta para esta extensão do prazo. E, este fim-de-semana, o “Expresso” noticiou que Durão Barroso, presidente da Comissão Europeia, ia solicitar ao Conselho Europeu que desse mais um ano a Portugal para ajustar o défice.

Ver comentários
Saber mais troika défice orçamento do Estado
Mais lidas
Outras Notícias