A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Tóquio acredita que Portugal “vai recuperar independência financeira”

O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros considerou em Tóquio que as autoridades japonesas com quem contactou reconhecem o “esforço” dos portugueses, confiando que Portugal vai ultrapassar a crise financeira em que se encontra.

Lusa 29 de Março de 2013 às 13:03
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

“Há uma enorme admiração pelo esforço que os portugueses já fizeram e há uma convicção de que Portugal, como a Irlanda, vão passar os obstáculos e vão recuperar a independência financeira”, afirmou Paulo Portas após encontros com membros do governo de Tóquio e empresários de várias multinacionais japonesas.

 

Paulo Portas anunciou na capital do Japão o reforço do investimento da empresa Mitsubishi em Portugal e esteve presente na assinatura de um memorando sobre a produção de tomate numa visita, que também ficou marcada pelo desbloqueamento do processo de exportações de produtos animais portugueses (carne de porco e aves) para o mercado japonês.

 

“Eu saio daqui com a certeza de que há muitas possibilidades de investimento e isso é um sinal de confiança de que as empresas japonesas estão nas empresas portuguesas e na economia portuguesa, é esta a verdade que eu testemunhei”, disse Paulo Portas.

 

Para o governante, a situação económica que Portugal atravessa não é obstáculo para os interesses empresariais que devem ser alargados a áreas como o turismo.

 

“Eu acho que é preciso investir mais e de forma mais focada na captação de turistas de um mercado que tem cerca de 18 milhões de turistas por ano", com características particulares: “Gostam, por exemplo, de monumentos, da herança cultural, da gastronomia, do golfe, da natureza”, salientou.

 

“Não são exactamente turistas para praia e sol e Portugal tem de saber captar este mercado porque os japoneses estão entre os povos mais ricos do mundo”, afirmou Paulo Portas que termina hoje a visita ao Japão.

 

Acompanharam o ministro dos Negócios Estrangeiros 18 empresários portugueses, o presidente da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), Pedro Reis, o deputado do PSD Miguel Frasquinho que é presidente da Liga Parlamentar de Amizade Portugal/Japão além do secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar, Nuno Brito.

 

Paulo Portas anunciou igualmente a realização de uma deslocação a Riade, na Arábia Saudita, marcada para o início do mês de Abril em que vai ser acompanhado de um grupo de empresários portugueses e da AICEP.

 

Ver comentários
Outras Notícias