Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Vítor Gaspar: “Julgo ter sido um negociador bem sucedido” com a troika

Em entrevista ao Público, o ex-ministro das Finanças diz que “a questão de encará-lo como o quarto elemento da troika é simplesmente insultuosa”.

Rui Peres Jorge rpjorge@negocios.pt 17 de Fevereiro de 2014 às 11:50
  • Partilhar artigo
  • 49
  • ...

Vítor Gaspar considera que foi um bom negociador com a troika em nome dos interesses nacionais, como evidenciam duas revisões substanciais de objectivos, e que é insultuoso considerá-lo como um quarto elemento da troika. O ex-ministro das Finanças vê sinais de “um ajustamento bem sucedido”.

 

Na entrevista que concede hoje ao Público, um dia antes do lançamento do livro com a entrevista longa que concedeu a Maria João Avillez, o responsável pelas Finanças entre meados de 2011 e 2013 diz que julga “ter sido um negociador bem sucedido em nome dos interesses nacionais”, o que ficou evidente em dois ajustamentos dos limites de dívida e défice “sem que tenha havido a menor perturbação nas nossas relações com os credores oficiais e com os mercados financeiros”..

 

Gaspar considera diz que “as relações com as equipas da troika foram sempre boas, base fundamental para melhor defender os interesses de Portugal” e recusa que tenha alinhado com os credores. “A questão de me encarar como o quarto elemento da troika é simplesmente insultuosa”, defende.

 

O ministro faz ainda um balanço positivo do ajustamento português. “Se compararmos Portugal, por exemplo, com a Espanha e a Itália, verificamos que a evolução macroeconómica do nosso país – por exemplo, a actividade económica – é da ordem de grandeza desses dois países. Não tem nada a ver com a Grécia”, avalia, considerando mesmo que os sinais positivos dos últimos meses puxaram pela economia “de uma forma que parece compatível com o ajustamento bem sucedido”.

Ver comentários
Saber mais Vítor Gaspar troika negociador
Outras Notícias