Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

224 fogos florestais combatidos por mais de 4.000 operacionais

Um total de 224 incêndios registou-se hoje em Portugal continental, combatidos por 4.466 operacionais e 1.158 veículos, indicou a Protecção Civil num ponto da situação feito às 19:30.

Lusa 03 de Setembro de 2012 às 20:23
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
Um total de 224 incêndios registou-se hoje em Portugal Continental, combatidos por 4.466 operacionais e 1.158 veículos, indicou a Protecção Civil num ponto da situação feito às 19:30.

Segundo a mesma fonte, havia àquela hora 18 incêndios activos, que mobilizavam 3.009 operacionais e 846 veículos. Em operações de rescaldo e vigilância estão envolvidos 1.376 operacionais, acrescenta o comunicado.

Os incêndios que a Protecção Civil considera neste momento "mais complexos" são o de Mata, no concelho de Ourém, que está a ser combatido por 592 operacionais, apoiados por 182 veículos e cinco meios aéreos, e o de Carragozela, no concelho de Seia, distrito da Guarda, que está a mobilizar 296 operacionais, 87 veículos e um meio aéreo.

Também o fogo que lavra na localidade de Serra, concelho de Tomar, a ser combatido por 207 operacionais, apoiados por 60 veículos e cinco meios aéreos, e o incêndio que consome floresta em Salgueiro, concelho de Águeda, distrito de Viseu, estão em fase complicada, indica a mesma fonte.

"No conjunto dos incêndios em curso ou em fase de resolução encontram-se neste momento empenhados um total de 24 grupos de reforço (626 bombeiros e 192 veículos), 12 pelotões militares (252 militares), duas máquinas de rasto do exército, um helicóptero e um avião da Força Aérea Portuguesa para acções de coordenação aérea e apoio à decisão", precisa o documento.

A Protecção Civil sublinha ainda que se "mantém um panorama com condições meteorológicas altamente propícias à propagação de incêndios florestais, sendo previsível um aumento da intensidade do vento durante a noite".

Uma situação operacional perante a qual Portugal, através da Autoridade Nacional de Protecção Civil, pediu apoio ao Mecanismo Europeu de Protecção Civil que disponibilizou, em resposta, "dois módulos de combate a incêndios com aeronaves de França e Espanha, num total de quatro aviões anfíbios pesados que irão operar em Portugal por um período de 48 horas, previsivelmente, com início amanhã, 4 de Setembro de 2012", lê-se no comunicado.

Já hoje, Espanha disponibilizou dois aviões Canadair para intervenção no incêndio de Tomar/Santarém, indica a Protecção Civil.

Ver comentários
Outras Notícias