Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Dilma Rousseff: Protecção ambiental não pode ocorrer só em momentos de crescimento

Dilma Rousseff sublinha que que o respeito pelo meio ambiente deve ocorrer não apenas em momentos de crescimento, mas também nas fases de crise.

Lusa 13 de Junho de 2012 às 21:13
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
"Diante das crises, é necessário que tenhamos a consciência de que não há desenvolvimento possível feito na base de ajustes que só prejudicam as pessoas, de ajustes que só prejudicam a preservação do meio ambiente ou da biodiversidade", afirmou Dilma Rousseff.

As declarações da Presidente brasileira foram feitas no dia que marca o início da ronda de negociações prévias da Conferência da ONU para o Desenvolvimento Sustentável Rio+20, que terminará com a realização da Cimeira de Chefes de Estado e Governo entre os dias 20 e 22 de Junho.

A afirmativa da grande anfitriã da conferência soou como um recado indirecto aos líderes europeus que deverão estar ausentes na Cimeira.

Muitos especialistas têm dito que o evento pode fracassar devido à falta de prioridade dos líderes europeus, que estão voltados para a resolução de seus problemas internos e menos propensos, portanto, a debater políticas ambientais.

Entre as ausências mais significativas figura a da chanceler alemã Angela Merkel e do primeiro-ministro inglês David Cameron, que não confirmaram presença.

O presidente norte-americano, Barack Obama, que se encontra em fase de campanha eleitoral para as presidenciais, também não participará na conferência, tendo informado hoje que será representado pela secretária de Estado, Hillary Clinton.

No seu discurso de abertura, Dilma Rousseff reforçou ainda que o critério pelo qual os países são avaliados tem de ter em consideração variáveis económicas, de preservação ambiental e ainda de desenvolvimento social.

"Consideramos que os critérios que devem ser usados para definir o metro com o qual nós vamos nos medir é um critério triplo, um critério que articula incluir, conservar e crescer", apontou.

A estimativa é de que mais de 130 chefes de Estado e Governo se reúnam na próxima semana no Rio de Janeiro no âmbito da Cimeira Rio+20, para discutir políticas internacionais conjuntas para o desenvolvimento sustentável do planeta.

As negociações preliminares decorrem entre hoje e esta sexta-feira, quando se espera que os representantes de mais de 180 países consigam fechar um acordo preliminar no texto final que será emitido pelos presidentes e primeiros-ministros presentes.

Ver comentários
Saber mais Dilma Rousseff Rio+20
Outras Notícias