Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal ainda com muito "trabalho de casa" por fazer

Ex-ministro do Ambiente, José Sócrates promete alinhar entre os mais entusiásticos líderes europeus das novas orientações de Bruxelas, ainda que Portugal sejam um dos países que têm revelado maiores dificuldades em fazer o "trabalho de casa".

Negócios 08 de Março de 2007 às 11:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Se em relação à aposta nas energias renováveis o País está numa situação confortável que lhe permite, desde já, assumir objectivos mais ambiciosos do que os que estão em discussão nesta cimeira – o objectivo de Sócrates é que, em 2010, 45% de toda a electricidade consumida tenha por base energia renovável –, o mesmo não se pode dizer no que respeita à emissão de gases poluentes. O mais recente levantamento da Comissão Europeia sobre a aplicação do Protocolo de Quioto  denuncia um enorme risco de incumprimento, ao prever que, em 2012, Portugal tenha aumentado em mais de 42% as emissões de gases poluentes, quando só lhe fora autorizado um incremento de 27%.

Ainda que esta circunstância não impeça Portugal de apoiar politicamente o objectivo de a UE reduzir em 20% as emissões poluentes até 2020, faz antever uma posição negocial especialmente delicada quando chegar a hora de repartir a "factura" pelos países europeus.

Flexisegurança

Antes do início do encontro, Sócrates  participará esta manhã, na qualidade de futuro presidente da UE, numa cimeira social tripartida consagrada à Estratégia de Lisboa e à "flexisegurança". A flexibilização das leis laborais, acompanhada do reforço da protecção social, deverá, aliás, ser o grande tema na área social da presidência portuguesa, no segundo semestre.

Ver comentários
Outras Notícias