Autarquias Câmara de Vila Nova de Cerveira é a primeira a disponibilizar estágios autárquicos

Câmara de Vila Nova de Cerveira é a primeira a disponibilizar estágios autárquicos

A câmara municipal de Vila Nova Cerveira é a primeira entidade autárquica a abrir candidaturas para estágios PEPAL. Os licenciados que tiverem participado em acções de formação e tenham experiência profissional terão vantagem. Candidatos têm 10 dias úteis.
Bruno Simões 18 de fevereiro de 2015 às 21:19

A câmara de Vila Nova de Cerveira, no distrito de Viana do Castelo, foi a primeira a iniciar os procedimentos de candidatura aos estágios profissionais nas autarquias locais (PEPAL). A autarquia minhota teve direito a quatro estágios, que vai abrir nas áreas de Arquitectura, Informática, Direito e Electrotécnica (um em cada). O aviso de abertura do concurso foi publicado esta quarta-feira, e os candidatos têm 10 dias a partir de hoje para se apresentarem ao concurso.

 

As quatro vagas atribuídas a Cerveira são todas na área de desenvolvimento económico local – ou seja, o conceito é lato o suficiente para incluir Direito ou Arquitectura, não estando circunscrito às áreas económicas ou de gestão. A autarquia procura jovens até 29 anos que sejam possuidores de licenciatura e sejam "recém-saídos dos sistemas de educação e formação à procura do primeiro emprego" ou estejam "desempregados à procura de novo emprego".

 

A lei impõe que sejam usados os métodos de avaliação curricular e entrevista individual para seleccionar os estagiários. Em Cerveira, a câmara vai atribuir o mesmo peso a cada um desses métodos. E explica que, para a avaliação curricular, vai avaliar as habilitações literárias, a formação profissional e a experiência profissional dos candidatos.

 

Nas habilitações, quem tiver um grau superior ao de licenciatura será beneficiado. Na formação profissional, serão valorizados os candidatos que tenham frequentado acções de formação e tenham certificados que o comprovem. Quem tiver participado em cinco acções com mais de 35 horas cada terá direito ao benefício máximo.

 

Já no factor de experiência profissional, o cálculo da fórmula de avaliação curricular será mais benéfico para quem tiver mais de um ano de experiência – e especialmente benéfico para quem tiver mais de dois anos de experiência. Só será "contabilizado como tempo de experiência profissional o correspondente ao desenvolvimento em funções inerentes à categoria a contratar", lê-se no aviso. Quem tiver menos de 9,5 na avaliação curricular será automaticamente excluído.

 

Candidatos poderão ter de resolver problemas na entrevista

 

Já a entrevista vai avaliar "informações sobre comportamentos profissionais directamente relacionados com as competências consideradas essenciais". Para isso, "será elaborado um guião de entrevista composto por um conjunto de questões" ligadas à vaga a preencher, que vão avaliar a "capacidade de comunicação, o sentido de responsabilidade e a segurança demonstrada na procura de soluções a problemáticas hipoteticamente colocadas", os "conhecimentos específicos" e a "motivação" do candidato.

 

A entrevista será avaliada com Elevado, Bom, Suficiente, Insuficiente e Reduzido, a que correspondem as notas de 20, 16, 12, 8 e 4 valores, respectivamente.

 

Os candidatos que forem seleccionados vão receber uma bolsa de estágio no valor de 692 euros (que o aviso não indica), bem como um subsídio de refeição e um seguro de acidentes de trabalho. O estágio terá a duração de 12 meses e haverá lugar a descontos para a Segurança Social.

 

Saiba quais são as candidaturas que vão abrir

 

A câmara de Cerveira é, assim, a primeira a iniciar os procedimentos de candidatura, mas não é a única a poder fazê-lo: são 227 as câmaras que vão disponibilizar estágios profissionais. Neste endereço é possível consultar todos os novos avisos que forem sendo publicados. As câmaras municipais, juntas de freguesia e empresas municipais têm até 13 de Março para abrir todas as candidaturas.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI