Autarquias Manuel Salgado confirmado na presidência da empresa de obras da câmara de Lisboa

Manuel Salgado confirmado na presidência da empresa de obras da câmara de Lisboa

O ex-vereador do urbanismo vai mesmo continuar na câmara de Lisboa, na liderança da SRU, a empresa municipal de obras da cidade. A votação, por voto secreto, decorreu esta quinta-feira durante a manhã e a proposta recolheu nove votos a favor. PSD reitera que está contra. Teresa Leal Coelho votou a favor.
Manuel Salgado confirmado na presidência da empresa de obras da câmara de Lisboa
Filomena Lança 31 de outubro de 2019 às 12:32

O executivo camarário liderado por Fernando Medina votou esta quinta-feira a favor da permanência de Manuel Salgado, o ex-vereador do urbanismo, na presidência do conselho de administração da Lisboa Ocidental SRU. A votação foi secreta e no final contabilizaram-se nove votos a favor e oito contra, apurou o Negócios junto de vereadores presentes.

 

Quando levou a proposta a votação, há duas semanas, a expectativa era de que Fernando Medina teria pela frente uma coligação negativa. PCP e Bloco de Esquerda garantiram que os respetivos vereadores votariam contra e o mesmo faziam o CDS e o PSD. O presidente da autarquia acabou então por optar por retirar a proposta, que não chegou a ser votada

Esta quinta-feira a proposta foi de novo a reunião de câmara, acabando por ser aprovada.

PSD está contra. Teresa Leal Coelho votou a favor

 

Entretanto, uma das vereadoras do PSD (o partido elegeu dois), Teresa Leal Coelho, tinha vindo já afirmar publicamente que votaria a favor, mantendo o compromisso nesse sentido que havia já assumido publicamente. A ser assim, seria o seu o voto que faltava a Fernando Medina para que a sua proposta passasse.

 

Esta quinta-feira, ao Negócios, Teresa Leal Coelho confirmou que manteve a sua posição e que deu o voto a favor à permanência de Salgado na SRU. A vereadora, numa carta enviada na semana passada ao presidente interino da Comissão Política de secção da Concelhia de Lisboa do PSD, Rogério Jóia, volta a insistir: "Palavra dada é palavra honrada, tem sido a posição e a ação do PSD. O PSD não anda à deriva e comigo assim continuará".

Já João Pedro Costa, o outro vereador eleito pelo PSD, fez questão de apresentar uma declaração política para a ata da reunião, na qual sublinha "a divergência política entre o PSD e o PS no que respeita às grandes orientações da Cidade para a reabilitação urbana, com expressão direta na missão e enquadramento da Lisboa Ocidental, SRU".

 

O vereador explica também que a "comissão Política da Secção de Lisboa do PSD deu a conhecer, por escrito, aos vereadores do PSD, o sentido de voto contra nesta proposta".

E, acrescenta: "Ficou assim definida ‘a posição do Partido perante os problemas concretos do respetivo âmbito’, não restando aos vereadores que representam o PSD senão uma de duas opções, que são cumprir a orientação política nos termos dos Estatutos do PSD, a que estão vinculados, ou fazer-se substituir, caso tal orientação política conflitue com posições pessoais de princípio".

Teresa Leal Coelho, na já referida carta, contesta a orientação que, escreve, "não é acompanhada de qualquer fundamentação, como se se tratasse de um jogo de roleta russa ditada pelo acaso e pela sorte e com a pretensão de ordenar comportamentos a vereadores eleitos sem que os próprios pudessem apreciar as razões de facto e de jure".

Desde que anunciou a saída do cargo de vereador que Manuel Salgado afirmou que gostaria de se manter na presidência da SRU. Uma opção que Fernando Medina aceitou, mas que levantou polémica, com várias vozes a manifestarem-se contra, incluindo a de Helena Roseta, eleita pelo movimento Cidadãos por Lisboa e que esta semana cessou funções na Assembleia Municipal, órgão a que presidia. 

 

A empresa municipal Lisboa Ocidental SRU, recorde-se, tem nas mãos a generalidade das obras realizadas pela autarquia e tem previsto, para 2020, um orçamento de 57 milhões de euros – mais 256,3% do que os 16 milhões previstos para 2019, de acordo com a proposta de orçamento para o próximo ano apresentada recentemente.  

(notícia atualizada às 13:25 com declarações de Teresa Leal Coelho)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI