Autarquias Taxa sobre dormidas já rendeu 1,1 milhões em Lisboa

Taxa sobre dormidas já rendeu 1,1 milhões em Lisboa

Nos primeiros meses do ano, os turistas que dormiram nos hotéis da cidade de Lisboa desembolsaram 1,1 milhões de euros na nova taxa turística.
Taxa sobre dormidas já rendeu 1,1 milhões em Lisboa
Bruno Simão/Negócios
Negócios 23 de março de 2016 às 22:01

Quase três meses após o início da sua cobrança, a taxa suportada pelos turistas que pernoitam em Lisboa, já rendeu aos cofres camarários 1,1 milhões de euros. A informação foi avançada esta quinta-feira pelo vereador das finanças, para quem os números estão "em linha com o planeado".

 

Durante uma reunião pública da autarquia, o responsável pelo pelouro das Finanças, João Paulo Saraiva, adiantou que "neste momento, o município já tem submetidos 1,1 milhões de euros. Já estão todos os hotéis [196] registados na plataforma e mais cerca de 2.100 alojamentos locais".

 

O passo seguinte será alargar a cobrança desta taxa a outros alojamentos turísticos como o Airbnb e o HomeAway, embora ainda não haja detalhes sobre a forma como o processo será operacionalizado.

 

Aprovada em 2014, a Taxa Municipal Turística começou a ser aplicada a 01 de janeiro passado sobre as dormidas de turistas nacionais (incluindo lisboetas) e estrangeiros nas unidades hoteleiras ou de alojamento local.

 

A taxa sobre dormidas existe em várias cidades europeias, sob modalidades distintas. Em Lisboa custa um euro por noite, até um máximo de sete euros, e o seu anúncio inflamou os ânimos dos hoteleiros, que se manifestaram frontalmente contra a sua cobrança. 

 

A autarquia espera arrecadar uma receita de 15,7 milhões com a taxa turística este ano, valor que reverte para um fundo turístico criado para financiar investimentos na cidade.

 

Além das dormidas, a taxa será cobrada este ano nas chegadas por via aérea e marítima a Lisboa, mas ainda não se sabe como.




Notícias Relacionadas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI