Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Atividade económica estabiliza após abrandamento no início de outubro

Estabilização do indicador do Banco de Portugal, desenhado para medir o estado da economia de semana para semana, acontece depois de se ter registado um abrandamento da economia no início do mês face a setembro. 

A recuperação verificada este ano não é suficiente para compensar a quebra do ano passado. Neste cenário, as atualizações de pensões são mais contidas.
Mariline Alves
Joana Almeida JoanaAlmeida@negocios.pt 21 de Outubro de 2021 às 12:34
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...
A atividade económica em Portugal estabilizou na terceira semana de outubro, segundo o indicador de atividade económica divulgado esta quinta-feira pelo Banco de Portugal. A estabilização do indicador acontece depois de se ter registado um abrandamento da economia no início do mês face a setembro. 

"Na semana terminada a 17 de outubro, o indicador diário de atividade económica (DEI) aponta para uma taxa de variação da atividade em linha com a observada na semana anterior", lê-se na nota do Banco de Portugal. 

O indicador, desenhado para medir o estado da economia de semana para semana, permite avaliar quase em tempo real a evolução da economia portuguesa. Destina-se a identificar "mais facilmente" alterações abuptas na atividade económica, mas não constitui uma previsão oficial do Banco de Portugal. 

Na última avaliação, relativa à semana terminada a 10 de outubro, o DEI apontava para um recuo na atividade económica no país. No entanto, poderá ter-se tratado apenas de um ligeiro abrandamento tendo em conta que a economia dá agora sinais de ganhar novamente dinâmica, tal como se verificou com o levantamento das restrições em agosto.

O DEI é divulgado semanalmente à quinta-feira, com informação até ao domingo precedente. Sintetiza um conjunto de informação de natureza quantitativa e com frequência diária, como o tráfego rodoviário de veículos comerciais pesados nas autoestradas, o consumo de eletricidade e de gás natural, a carga e correio desembarcados nos aeroportos nacionais e as compras efetuadas com cartões em Portugal por residentes e não residentes.

Ver comentários
Outras Notícias