Conjuntura Banco de Portugal mantém estimativa de crescimento da economia

Banco de Portugal mantém estimativa de crescimento da economia

O PIB nacional deverá crescer 2,3% este ano, o que corresponde a um abrandamento face a 2017, ano em que a economia cresceu 2,7%. Esta é a estimativa do Banco de Portugal, que não muda as suas previsões para o período de 2018 a 2020.
Banco de Portugal mantém estimativa de crescimento da economia
Miguel Baltazar
Margarida Peixoto 28 de março de 2018 às 11:00

A instituição liderada por Carlos Costa deixou inalteradas as previsões para o horizonte de 2018 a 2020. Este ano o PIB deverá aumentar 2,3% – menos do que os 2,7% registados em 2017, mas um valor que fica uma décima acima da meta definida pelo Governo de António Costa.

Em 2019 o crescimento económico deverá abrandar para 1,9% e em 2020 a economia já só deverá crescer 1,7%.

O abrandamento do ritmo de subida do PIB explica-se por três motivos fundamentais: primeiro, porque o próprio ciclo de crescimento económico português deverá maturar; segundo, porque também o contexto internacional deverá sofrer o mesmo abrandamento; e terceiro porque a economia nacional mantém constrangimentos estruturais que limitam o seu crescimento potencial.

Assim, a projecção do Banco de Portugal aponta para um crescimento económico a um ritmo muito semelhante ao da Zona Euro, o que impede o país de atalhar caminho e recuperar o tempo perdido de divergência face à Europa.





pub

Marketing Automation certified by E-GOI