Conjuntura BBVA espera "forte crescimento" na economia portuguesa no primeiro trimestre

BBVA espera "forte crescimento" na economia portuguesa no primeiro trimestre

O PIB terá crescido 1% nos primeiros três meses do ano, face ao quarto trimestre do ano passado, de acordo com as estimativas do BBVA, que aponta contudo para uma moderação do crescimento no resto do ano.
BBVA espera "forte crescimento" na economia portuguesa no primeiro trimestre
Bruno Simão/Negócios
Nuno Carregueiro 28 de abril de 2015 às 14:34

"Forte crescimento no início do ano". É este o título do Observatório Económico Portugal elaborado pelos economistas do BBVA.

 

O modelo económico do banco espanhol aponta para que o produto interno bruto de Portugal tenha crescido 1% no primeiro trimestre deste ano, face aos três meses anteriores. A confirmar-se esta estimativa, a economia portuguesa terá acelerado fortemente no primeiro trimestre, já que no quarto trimestre de 2014 o crescimento em cadeia foi de 0,5% e no terceiro trimestre ficou-se pelos 0,2%.

 

Além da aceleração do crescimento, o BBVA constata que terão sido outros factores a impulsionar a economia portuguesa no arranque de 2015. "Os dados de actividade e confiança sugerem que a recuperação continuará a acelerar no primeiro trimestre de 2015, mas desta vez sustentada por factores domésticos, principalmente o consumo privado, enquanto que a contribuição dos fundamentais externos poderia diminuir", refere o relatório do BBVA.

 

O BBVA assinala que a "produção industrial mostra sintomas de melhoria", as vendas a retalho "aumentaram significativamente", enquanto pela negativa as exportações estão a abrandar. Dado que as importações também evoluíram de forma "débil", o BBVA adianta que "as exportações líquidas teriam voltado a contribuir positivamente no crescimento, mas de forma mais moderada".

 

O crescimento da economia no primeiro trimestre terá resultado sobretudo da "retoma do consumo privado", o que leva o BBVA a antecipar que não deverá ser possível manter o ritmo de crescimento projectado para o primeiro trimestre ao longo do resto do ano. "Os indicadores adiantados da actividade, juntamente com a composição do crescimento, sugerem que este ritmo" de crescimento de 1% em cadeia "moderar-se-á ao longo do ano", refere o BBVA.

 

O INE tem previsto divulgar as contas nacionais do primeiro trimestre no dia 13 de Maio.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI