Conjuntura Citigroup: Economia portuguesa terá acelerado no segundo trimestre

Citigroup: Economia portuguesa terá acelerado no segundo trimestre

O banco de investimento norte-americano manteve a previsão que aponta para um crescimento de 1,8% no PIB de Portugal este ano e 2% em 2016.
Citigroup: Economia portuguesa terá acelerado no segundo trimestre
Bruno Simão/Negócios
Nuno Carregueiro 18 de junho de 2015 às 10:46

O crescimento da economia portuguesa deverá ter acelerado no segundo trimestre deste ano, de acordo com as estimativas do Citigroup, que cita os dados económicos mais animadores que foram revelados, bem como as condições financeiras mais favoráveis e as evidências de crescimento mais rápido das exportações.

 

O banco de investimento norte-americano aponta para que o PIB de Portugal tenha crescido 0,6% no segundo trimestre, face aos três meses anteriores. A confirmar-se a economia terá acelerado face ao primeiro trimestre, período em que cresceu 0,4% em cadeia.

 

Dados revelados esta quarta-feira pelo Banco de Portugal dão conta que a actividade económica voltou a crescer em Maio, registando o quarto aumento consecutivo, o que também aponta para uma aceleração da economia entre Abril e Junho.

 

Apesar desta estimativa mais optimista, o Citigroup mantém a sua previsão para a globalidade do ano, que aponta para um crescimento de 1,8% do PIB. Para 2016 as estimativas do Citigroup apontam para uma aceleração do crescimento para 2%.

 

De acordo com o relatório que o banco norte-americano publicou na quarta-feira, 17 de Junho, a economia será suportada este ano pelo consumo privado (crescimento de 2,2%) e pelas exportações (crescimento de 6%).

 

Quanto aos restantes indicadores, a taxa de desemprego deverá recuar para 12,4% este ano e 10,7% em 2016. Já a inflação deverá subir para 0,6% este ano e 1,1% em 2016.

 

O Citigroup assinala que a dívida pública deverá começar a descer este ano (127,2% do PIB contra 130,2% em 2014), até atingir 124,9% do PIB. Já o défice orçamental deverá ficar em 3,2% do PIB, acima da meta do governo de 2,7% do PIB.

 




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI